Número um portuguesa não conseguiu oferecer grande réplica perante uma melhor cotada.

Pelo segundo dia consecutivo, Francisca Jorge entrou em court com a missão de manter Portugal vivo na eliminatória, desta feita contra a Dinamarca. No entanto, a tenista vimaranense não conseguiu ultrapassar Clara Tauson, 261.ª colocada do ranking WTA, e a derrota com os parciais de 6-1 e 6-1 ditou também o segundo desaire da seleção portuguesa na Pool B do Grupo II da Zona Europa/África da Fed Cup.

A atleta natural de Guimarães, de 19 anos, sentiu logo que o encontro não seria fácil quando Tauson venceu oito dos nove primeiros pontos. A dinamarquesa, que foi número um do Mundo no escalão de juniores, apresentou-se muito confiante e não deu qualquer hipótese à jovem minhota. Com cinco de nove pontos de break a serem convertidos, Tauson construiu uma vitória tranquila.

Com o segundo desaire, este por 0-3 perante as nórdicas, Portugal tem a vida difícil. A seleção nacional ainda vai medir forças com a anfitriã Finlândia, mas está muito próxima de ter que voltar a jogar o play-off de manutenção/despromoção.