Após cinco anos afastados da indústria musical, Justin Bieber regressa com Changes, o seu quinto álbum de estúdio. Com a participação de vários artistas, como Quavo, Post Malone, Travis Scott e ainda Kehlani, o álbum é um tributo musical ao amor e ao relacionamento do cantor com a modelo Hailey Baldwin.

Em 2017, Bieber viu-se obrigado a cancelar os 14 últimos concertos da digressão mundial do álbum Purpose, devido a vários episódios depressivos – sintomáticos da Doença de Lyme que o artista revelou ter na mais recente entrevista para a Apple Music. Em 2019, Ariana Grande convidou Bieber a participar do seu espetáculo no Festival Coachella e, de acordo com o cantor, nesse momento percebeu que estaria na altura de regressar ao estúdio.

beatroute.ca

Nove meses depois, Bieber publica a tracklist do novo álbum acompanhada do primeiro single – “Yummy” – que chegou à segunda posição no Billboard Hot 100. O tema mantêm o registo Pop ao qual o canadiano nos habituou e, liricamente, expressa o amor e atração que tem pela esposa.

No 17º tema, Summer Walker junta-se a Bieber. O único remix do álbum resulta, assim, numa versão R&B de “Yummy”, menos comercial e mais inovadora em comparação com o tema original.

Em temas como “Take It Out On Me” e “E.T.A”, o cantor explora um estilo mais urbano que também se faz sentir em “Get Me”, o segundo single do álbum que conta com a participação de Kehlani. A dupla desenvolve uma relação figurativa e discutem acerca da sua compatibilidade. O beat deste tema revela-se bastante sensual, com muita percussão e forte presença do baixo.

Apesar deste esforço para explorar um novo som, Bieber não consegue escapar às baladas do registo Pop e oferece vários temas dedicados ao amor. “All Around Me”, “Habitual” (produzido por Poo Bear), “Come Around Me” e “Available” são exemplos disso. É importante salientar que estes temas possuem beats muito semelhantes, o que confere pouca diversidade sonora ao álbum.

A 13ª canção dá nome ao álbum e é o mais pessoal de todos os temas. Justin reflete sobre as grandes mudanças que marcaram a sua vida nos últimos tempos. Melodicamente, a música mostra-se bastante simples e semelhante ao hitLove Yourself”, na qual se faz acompanhar por uma guitarra. Serve como “ponte” que aproxima o mais recente projeto às produções anteriores, uma estratégia utilizada por vários artistas.

O terceiro single do álbum – “Intentions” – conta com a colaboração de Quavo. A letra da música está repleta de elogios às esposas dos dois artistas e é acompanhada por um beat mais alegre. O mesmo se verifica em “Running Over” e “Second Emotion”, aos quais se juntam Lil Dicky e Travis Scott, respetivamente.

Assim, o regresso de Bieber fica marcado por um álbum repleto de canções semelhantes no tema, na lírica e na produção, que pouco tem para acrescentar à indústria musical.