Homem do Jogo

Toni Martinez

O avançado do FC Famalicão, além de ter conseguido o penalti para a sua equipa, foi peça-chave ao longo de toda a partida. O atleta, que já vem presenteando o público com muitos golos, contribuiu com grande capacidade ofensiva para a vitória do FC Famalicão, sendo já uma referência na equipa.

Em cima

Resposta gilista aos golos do FC Famalicão

O Gil Vicente respondeu bem aos golos do FC Famalicão e conseguiu criar saídas de bola interessantes. Com um número de remates superior, os barcelenses criaram algumas oportunidades de golo, mas faltou a finalização.

Circulação de bola famalicense

Os famalicenses estiveram muito bem no que toca à circulação e posse de bola. Na segunda parte isto foi fundamental para manter a vantagem no marcador e não permitir que o Gil Vicente criasse lances de perigo para a baliza de Vaná.

Alex Pinto

O defesa da equipa de Barcelos surpreendeu na partida. Alex Pinto iniciou jogadas importantes da turma de Vítor Oliveira e foi fundamental no corte de lances perigosos do FC Famalicão. Além disso, criou uma grande oportunidade de golo que Sandro Lima desperdiçou.

Em baixo

Ritmo de jogo na segunda parte

Apesar de se esperar uma segunda parte intensa, isso só aconteceu depois do golo do Gil Vicente. As equipas focaram-se em manter a posse de bola e não fizeram tantos remates à baliza como na primeira parte.

Auto-golo de Banguera

O auto-golo de Banguera foi um balde de água fria para os gilistas. Quando ainda havia alguma esperança para o Gil Vicente, o atleta fechou o jogo em 1-3 para o FC Famalicão com um auto-golo desnecessário.

Recorde as incidências da partida.