O projeto “MAISDOMESMO” foi um dos selecionados no âmbito do ACTUM 2020 e estreia já amanhã.

A curta-metragem “MAISDOMESMO” é da autoria do grupo artístico Opus Fun, constituído por quatro antigos estudantes de Música da academia minhota, e estreia amanhã, dia 16 de setembro, pelas 21h30, na página de Facebook do Município de Braga.

O projeto original – com produção, edição, banda sonora e argumento próprios – foi um dos 43 selecionados pelo ACTUM 2020 – Convocatória Aberta de Projetos Artísticos. A iniciativa da autarquia bracarense visa apoiar a criação artística do concelho nas vertentes de música, artes performativas e artes plásticas e visuais.

Os Opus Fun é composto pelo flautista Miguel Teixeira, pelas percussionistas Diana Silva e Beatriz Martinho e pelo guitarrista Renato Duarte. Os jovens músicos juntaram-se há cerca de dois anos para apresentar um produto performativo e educativo, através do cruzamento da música com outras artes. Para a curta-metragem, integraram mais dois elementos para dar vida às personagens: Gaspar Monteiro e Diogo Ferreira.

O argumento de “MAISDOMESMO” centra-se no diálogo entre um adulto que viveu a pandemia de covid-19, interpretado por Diogo Ferreira, e uma criança que desconhece o surto, a quem dá vida o pequeno Gaspar de sete anos. Por não ter vivido a pandemia, a criança coloca questões que vão desencadeando memórias e emoções.

Em declarações à RUM, Miguel Teixeira esclarece que o projeto aborda “19 problemas que já existiam e que foram acentuados pela pandemia”. Destaca alguns como o “esquecimento do setor cultural” ou o facto de “o sistema de saúde não estar pronto para receber tanta gente”.

O responsável pelos Opus Fun adianta ainda que considera “relativamente curto” o apoio monetário concedido no âmbito da iniciativa, no valor de 500 euros. Apesar disso, valoriza a iniciativa municipal. “Alguém está atento e sabe que é necessário apoiar os artistas e este setor que é frágil”, acrescentou.

Após a estreia nas redes sociais do Município de Braga, amanhã, a curta-metragem vai ser traduzida para inglês. No entanto, fica por definir a data de lançamento da versão internacional.