17 saídas, 16 entradas e um novo treinador são, para já, as contas do mercado.

O novo técnico do Vitória SC, Tiago Mendes, promete “intensidade” e “emoção” para a época de 2020/2021. O substituto de Ivo Vieira declarou, em declarações à comunicação social, que a equipa tem de fazer mais do que disputar um lugar nas competições europeias.

Na época transata, a equipa minhota não foi além do sétimo lugar na tabela classificativa, na Liga NOS, o que não permitiu o acesso às competições europeias. O treinador afirmou que “mais do que a obrigação” de chegarem à Europa, “o objetivo é ganhar a cada jogo”.

O plantel vimaranense conta, neste momento, com 33 jogadores e o treinador admitiu ser uma “grande responsabilidade” orientar um plantel com tantas mudanças e com vários jovens reforços. O técnico destacou ainda a importância de “integrar os jovens jogadores”, de maneira a formar um “verdadeiro grupo”. O ComUM tentou contactar o clube para obter mais informações sobre a próxima temporada, mas este não se mostrou disponível para prestar declarações.

O plantel dos conquistadores conta com, até ao momento, 16 entradas. Para a baliza, o Vitória SC poderá contar com Matous Trmal (ex-Slovácko), Nicolas Tié (ex-Chelsea) e Bruno Varela (ex- SL Benfica). Para reforçar a defesa chegaram os centrais Jorge Fernandes (ex-FC Porto), Abdul Mumin (ex-Nordsjaelland) e Yann Bisseck (cedido pelo Colónia) e os laterais Sílvio (ex-Vitória FC), Gideon Mensah (cedido pelo RB Salzburgo) e Jonas Carls (cedido pelo Schalke 04).

No meio campo, o clube vimaranense garantiu as contratações de Kim Jung-min (ex-Liefering), de Pepelu (cedido pelo Levante), de Nelson da Luz (ex-1º de Agosto) e Jacob Maddox (ex-Chelsea). E por fim, para a zona mais avançada do terreno, chegaram os pontas de lança Lyle Foster (ex-Mónaco), Noah Holm (ex-Leipzig) e Ricardo Quaresma (ex-Kasimpasa).

* O plantel vimaranense para a época 2020/21, ainda sujeito a alterações devido ao mercado de verão continuar aberto. Das saídas não constam os jogadores que terminaram os contratos de empréstimo.

Já nas saídas, foram 17 os jogadores que terminaram o vínculo com o clube de Guimarães. Na baliza, os vimaranenses já não podem contar com o contributo de Miguel Silva, de Miguel Oliveira e de Douglas Jesus. Os minhotos também perderam os defesas Florent Hanin, Valeriy Bondarenko, Victor Garcia e Frederico Venâncio.

Os médios Ibrahim Touré, Lucas Evangelista, Pêpê Rodrigues, Guillermo Celis, João Carlos Teixeira também terminaram o contrato com o clube. A nível de pontas de lança, dizem adeus à cidade berço João Pedro, Léo Bonatini, André Pereira, Davidson e Ola John.

O Vitória SC abre o campeonato em casa, frente ao Belenenses SAD, na próxima sexta-feira, dia 18 de setembro. Os conquistadores entram assim nesta nova época e Tiago Mendes admitiu que está por “começar o trabalho dentro de campo” e prometeu “dedicação extrema” por parte dos jogadores e da equipa técnica.