Os alunos têm a oportunidade de adquirir soft skills e potenciar as suas competências para o mundo empresarial. Para os interessados, até 21 de outubro, a ACE está à procura de novos membros.

A falta de ferramentas práticas que devem preparar os alunos para o mundo profissional após o término dos estudos, levou ao nascimento da ACE Junior Agency, uma iniciativa formada em outubro de 2018, por estudantes da Universidade do Minho. Em tempo de recrutamento, o ComUM esteve à conversa com Duarte Peixoto, Presidente da ACE e Ana Isabel Lage, Coordenadora do departamento de Recursos Humanos.

Sediada na Escola de Economia e Gestão da UMinho, a ACE Junior Agency surgiu com o intuito de “interligar os alunos ao mercado de trabalho, através de uma componente cada vez mais prática e fora do contexto de sala de aula”, esclarece Duarte Peixoto. O jovem estudante de 19 anos destaca o profissionalismo e ambição que os distingue dos restantes núcleos estudantis, conseguindo “juntar as ambições de cada participante em prol de um objetivo comum”.

Aliados à criatividade e à originalidade, enquanto não queriam “seguir por linhas o que os outros núcleos já seguiam”, pretendem, sobretudo, assegurar que “os objetivos individuais de cada membro sejam alcançados, sempre através de uma linha comum da organização”, alude o estudante de 3º ano de marketing.

Através de palestras, workshops, simulações de recrutamento e outros tipos de projetos, Duarte Peixoto assegura: “todos eles oferecem uma vasta amplitude de oferta para conseguirmos o nosso objetivo e o nosso propósito”.

Apesar da dificuldade em que se vive pela pandemia, a ACE Júnior mantém-se erguida e está a promover o recrutamento para todos os alunos da universidade minhota. A organização procura pessoas que tenham “capacidade de trabalho e que queiram crescer e evoluir, de modo a interagirem com todos os membros da ACE”, explica o Presidente.

Existem três fases de recrutamento: a primeira etapa é um questionário, a segunda passa por um desafio que é lançado aos alunos para o solucionarem e o terceiro passo consiste numa entrevista. Os candidatos podem escolher entre o departamento Financeiro, Marketing/Comunicação, Recursos Humanos e Relações Externas.

Ana Isabel Lage, Coordenadora do departamento de Recursos Humanos explica que o que a levou a se candidatar à ACE foi, sobretudo, um “desafio pessoal e uma forma de crescer e ter perspetivas diferentes”, não tendo “só uma licenciatura em mãos”. A estudante do 3º ano de marketing incentiva todos os alunos a “não terem medo de experimentar e descobrirem qual é a sua magia”.

Para mais informações ou qualquer dúvida, o respetivo núcleo estudantil está presente nas redes sociais, nomeadamente, no Facebook e Instagram.