Famalicenses continuam sem conhecer o sabor da vitória.

O Pavilhão João Rocha foi, este domingo, palco para o jogo da quarta jornada da I Divisão do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins entre Sporting CP e Famalicense AC. Num jogo em que o Famalicense só conseguiu acompanhar o andamento leonino durante a primeira metade, os minhotos saíram de Lisboa com uma goleada por 10-2.

O primeiro golo do encontro chegou quando ainda nem havia passado um minuto de jogo. Telmo Pinto foi circulando à volta da baliza famalicense e, assim que surgiu a oportunidade, não vacilou. Aos seis minutos de jogo, Gonçalo Nunes teve no stick a oportunidade de aumentar a vantagem, mas Joaquim Peixto defendeu a grande penalidade e, na recarga, o guardião visitante voltou a ser superior.

A quatro minutos do intervalo, a turma minhota conseguiu chegar ao empate. Gabi Silva pegou na bola no meio campo e cavalgou até à baliza leonina, mas, no sítio certo à hora certa, André Girão conseguiu o corte. Gabi Silva ficou com a bola e, depois de dar a volta à grande área, puxou do stick e atirou forte, mas guarda-redes verde e branco voltou a dizer presente. Porém, como não há duas sem três, o número quatro famalicense ficou, novamente, com a bola à sua mercê e à terceira fez mesmo o gosto ao stick.

A resposta da equipa da casa não tardou. Depois de uma grande confusão na pequena área, Toni Pérez pegou na bola e picou-a por cima de Joaquim Peixoto. Ainda antes do intervalo, João Souto, de longe, fez o 3-1.

Na segunda metade, os leões voltaram a entrar mais fortes e, aos três minutos, confirmaram ainda mais a liderança. Matías Platero, na direita, encontrou João Souto, na esquerda, que, de primeira, bisou no encontro. Um minuto depois, Toni Pérez voltou a fazer das suas, desta vez de grande penalidade.

Os famalicenses não desistiram e fizeram o segundo do encontro, por intermédio de Renato Castanheira a passe de Hugo Costa. A partir daí, o Sporting CP embalou para um festival de golos e não deu mais hipóteses de resposta ao Famalicense AC. Toni Pérez aproveitou uma bola perdida à entrada da pequena área e fez o hatrick.

A 12 minutos do apito final, Gonzalo Romero com uma stickada forte juntou o seu nome à lista de marcadores. Os leões não tiravam o pé do acelerador e Toni Pérez encontrou Alvarinho praticamente sozinho na frente, pronto a fazer o 8-2. Segundos depois, Gonzalo Romero foi tirando adversários da frente e assistiu Toni Pérez, que só teve de encostar. Já conformado com o resultado, o Famalicense pouco fez para evitar que Gonçalo Nunes fechasse o resultado em 10-2.

O Famalicense AC somou assim a quarta derrota em quatro jogos no campeonato. No próximo sábado, os pupilos de Vítor Silva defrontam o Riba d´Ave.

Recorde ainda: OC Barcelos soma primeiro empate da época com golo tardio