Este festival já teve quatro espetáculos e esperam-se ainda mais cinco novos projetos nos palcos vimaranenses.

Guimarães Jazz mantém os concertos a partir desta terça-feira e até ao próximo domingo, no Centro Cultural de Vila Flor (CCVF). Esta edição apresenta-se às 19h30 nos dias úteis e às 10h30 ao fim de semana.

Esta terça-feira, 17 de novembro, às 19h30, o Grande Auditório do CCVF recebe no seu palco a Big Band da ESMAE. A parceria do festival com esta instituição realiza-se num concerto concebido e dirigido pelos professores Paulo Perfeito e Telmo Marques, da própria instituição.

O projeto Sonoscopia é apresentado no dia seguinte às 19h30. Assim como o percussionista Gustavo Costa e o designer Rodrigo Carvalho a operar vídeo em tempo real.

Na quinta-feira, dia 19,  é a vez da Radiohead Jazz Symphony atuar em conjunto com a Orquestra de Guimarães sob direção do pianista e arranjador Reinout Douma. No dia 20, sexta-feira, no mesmo horário, os holofotes iluminam as notas de Julian Argüelles.

Na edição de 2020, o festival vai assistir à estreia absoluta do projeto ‘Aqui e Agora’ e vai encerrar no domingo, 22 de novembro, com o Pedro Melo Alves’ Omniae Large Ensemble. Esta atuação marca assim a estreia absoluta de um projeto musical de um músico e compositor heterodoxo, criador de uma música alinhada com as tendências estilisticamente desterritorializadas da música global do século XXI.

Os concertos têm todos lugar no Grande Auditório do CCVF, à exceção do concerto do Projeto Sonoscopia / Guimarães Jazz, com palco no Pequeno Auditório do mesmo espaço.