The Undoing estreou no dia 25 de outubro na HBO e é protagonizada por Nicole Kidman e Hugh Grant. A minissérie dramática está cheia de plot-twists que nos prendem ao ecrã até ao último minuto.

The Undoing é baseada na obra You Should Have Known publicada em 2014 por Jean Hanff Korelitz. Escrita por David E. Kelley e realizada por Susanne Bier, tornou-se na primeira produção da HBO a ganhar audiências a cada semana ao longo do decorrer da sua exibição.

A minissérie segue a história da família Fraser, uma família rica e privilegiada de Nova Iorque que é assombrada pelo assassinato de Elena Alves. Elena era uma mãe cujo filho tinha recentemente obtido uma bolsa de estudos para frequentar a mesma escola de Henry Fraser, filho de Jonathan e Grace Fraser. Porém, no decorrer dos episódios, percebemos que a ligação da família com a vítima vai muito além de uma simples bolsa de estudos.

A narrativa da história é bastante típica de um thriller de mistério policial. Somos confrontados com várias informações ao longo do episódio para no fim surgir um plot-twist que muda tudo o que foi construído anteriormente e nos deixa ansiosos pelo episódio seguinte. Apesar da estrutura da narrativa não ser nada de novo, funciona muito bem com o clima de incerteza e desconfiança típico de um drama policial.

Quanto à direção da minissérie gostaria de destacar uma cena em particular, em que vemos Grace a atravessar a passadeira numa rua cheia de trânsito no meio da cidade de Nova Iorque. Apesar disto, não se ouve os carros nem as pessoas, o que nos transmite uma sensação de paz e imersão, como se a personagem estivesse tão envolvida nos seus pensamentos ao ponto de não se aperceber do ambiente que a rodeia.

Para criar uma história tão imprevisível e com personagens bastante complexos, foi imprescindível as incríveis performances por parte do elenco. Destaco as atuações de Nicole Kidman (Grace Fraser), Hugh Grant (Jonathan Fraser), Noah Jupe (Henry Fraser), Noma Dumezweni (Haley Fitzgerald) e Donald Sutherland (Franklin Reinhardt).

A banda sonora que acompanha as cenas ajuda a criar um ambiente tenso e intrigante que combina com o mistério do enredo. Por sua vez, a fotografia desta obra cinematográfica destaca-se no que toca às incríveis imagens de Nova Iorque que inclusivamente me fizeram pausar os episódios para as apreciar com mais calma.

Ao contrário da maioria das histórias de crime policial, o objetivo de The Undoing não é surpreender-nos com um culpado inesperado, mas sim fazer-nos refletir em relação às nossas próprias teorias. No fundo, a parte mais importante desta minissérie é a forma como nós, espectadores, reagimos aos acontecimentos e temos os nossos próprios preconceitos em relação a cada uma das personagens envolvidas.

Dito isto, podemos considerar The Undoing uma das melhores minisséries de 2020. Além disso, pode ser considerada uma das séries que sem dúvida prende o espectador desde os primeiros instantes até ao último minuto.