Estrutura em reconversão visa apoiar jovens empreendedores no processo de desenvolvimento e consolidação das suas atividades profissionais.

O antigo armazém da CP, em Monção, vai ser transformado numa incubadora de empresas, destinada a apoiar o empreendedorismo jovem. Os trabalhos de reconversão do edifício para o “Monção – Habitat Criativo – Incubadora” iniciaram-se na passada semana e vão ter um custo aproximado de 210 mil euros.

Em comunicado, o autarca monçanense admite que “este espaço permitirá que os jovens empreendedores possam iniciar a sua atividade profissional a custos reduzidos e num ambiente favorável à criatividade e partilha de projetos e ideias”. António Barbosa adianta que, ao mesmo tempo, a incubadora “diversifica a economia local com o aparecimento de negócios inovadores”.

O novo espaço, localizado numa das principais entradas do centro histórico da vila, pretende proporcionar aos “residentes” uma inserção mais rápida no contexto laboral. Neste sentido, garante-lhes o acesso a parceiros, investidores e empresários, essenciais para o desenvolvimento dos seus negócios.

O antigo armazém da empresa ferroviária nacional “será objeto de uma profunda intervenção de reabilitação estrutural e espacial”. O projeto do novo equipamento prevê dois pisos, ligados por escada e plataforma elevatória para utilização por pessoas de mobilidade reduzida. Para além disso, assegura lugares de trabalho em openspace, gabinetes individuais, sala de reuniões e formação, bem como um espaço de convívio.