Os doentes mais vulneráveis devem ser sinalizados pelas "juntas de freguesia, IPSS e estruturas de saúde".

O novo Centro de Vacinação de Guimarães, gerido pelo ACES do Alto Ave em parceria com a Câmara Municipal, inicia o funcionamento esta terça-feira, 23 de fevereiro, no Multiusos de Guimarães. O presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, assegura que o município oferece “o apoio necessário” aos utentes com menor mobilidade na deslocação até ao local.

Segundo a RUM, o autarca vimaranense sublinhou, na reunião de executivo municipal desta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, que a Câmara Municipal “estará sempre disponível para dar o apoio necessário para que as pessoas que tenham dificuldade em deslocar-se ao Multiusos possam fazê-lo com o apoio do transporte da Câmara Municipal”. Contudo, avisa que estes utentes mais vulneráveis devem ser sinalizados pelas “juntas de freguesia, IPSS e estruturas de saúde”.

O Centro de Vacinação de Guimarães vai iniciar a administração da vacina contra a Covid-19 aos grupos prioritários já estabelecidos pelas autoridades de saúde. Entre terça e quinta-feira, deverão ser vacinados 1.444 utentes. Entre estes, destacam-se 744 idosos com mais de 80 anos e 700 outros utentes, entre os 50 e os 64 anos, com patologias associadas. Já a partir de março, a previsão diária de vacinação é de 500 pessoas.

Segundo o Diretor Executivo do ACES do Alto Ave, José Novais de Carvalho, a estrutura “foi idealizada com o objetivo de cumprir todas as regras de distanciamento social e de higiene, no sentido de garantir as melhores condições para este processo da vacinação”. Para além disso, tem “capacidade de estacionamento, de proximidade e de acessibilidade, bem como de dimensões físicas e infraestruturas para ser adaptado como posto de vacinação”.