O concurso Sophia Estudante vai já na sétima edição.

O projeto interativo é filmado em contexto académico e foi criado pelo coletivo Igor Montoya, um grupo de seis alunos do Mestrado de Cinema, da Universidade da Beira Interior onde está incluída a jovem taipense, Inês Paredes.

No segundo lugar ficou o projeto “O Copo” enquanto “Alvorada” conseguiu o terceiro prémio. O júri para Melhor Curta-Metragem foi composto por Ana Vilela da Costa, Edgar Medina, por João Lança Morais , José Farinha e Sérgio Praia.

A Academia Portuguesa de Cinema atribui os Prémios Sophia Estudante para incentivar e premiar os futuros cineastas, mas também estimular os institutos e corpos docentes para que que partilhem resultados dos trabalhos desenvolvidos em contexto escolar.