Sophie celebra este domingo, dia 21 de fevereiro, o seu 25º aniversário. A par disto, comemora uma carreira de imenso sucesso que se iniciou com a série de fantasia da HBO, Guerra dos Tronos (2011-2019).

Thank you for all your many lessons, Lord Baelish. I will never forget them” e “You’re going to die tomorrow, Lord Bolton. Sleep Well.” são algumas das memoráveis linhas de uma das personagens mais amadas da série Guerra dos Tronos (2011-2019), Sansa Stark. Este papel projetou a carreira da atriz Sophie Turner, amplamente, garantindo-lhe uma nomeação como Melhor Atriz de Suporte nos Primetime Emmy Awards.

A atriz nasceu em Northampton, Inglaterra, e passou grande parte da sua infância em Chesterton, após a sua família se ter deslocado, quando tinha apenas 2 anos de idade. Filha de uma professora de infantário e de um funcionário de uma empresa de paletes, a jovem tem 2 irmãos velhos e teria também, caso esta não tivesse falecido antes do parto, uma irmã gémea. Frequentou a Warwick Prep School até aos 11 anos, e, mais tarde, realizou o seu ensino secundário numa escola apenas para raparigas. A atuação sempre fez parte da sua vida, já que se iniciou no mundo do teatro com apenas 3 anos, ingressando na Companhia de Teatro Playbox.

Em 2013, estreou-se no mundo do grande ecrã no filme Another Me, baseado no livro de mesmo nome de Catherine MacPhail. Seguiram-se papéis nas produções Josie (2018) e Loucura do Tempo (2018). Para além disso, atuou ao lado de Hailee Steinfeld, Jessica Alba e Dove Cameron na comédia Barely Lethal – Missão Adolescência (2015).

Em 2016, entrou no universo Marvel protagonizando a personagem Jean Grey em X-men: Apocalipse. A atriz voltou a interpretar, mais uma vez, Jean Grey na sequela, X-men: Fénix Negra (2019).

Após o fim da série que a tornou uma das maiores estrelas da televisão, Sophie Turner focou-se num novo papel principal na série Survive (2020). Segundo Turner, este papel foi uma experiência muito importante a nível pessoal, já que, tal como a personagem principal, Jane, também ela sofreu de depressão e teve pensamentos suicidas.

A sua beleza abriu-lhe portas no mundo da moda sendo a cara de campanhas de marcas como Wella Hair e Louis Vuitton. Em 2017, tornou-se embaixadora da organização Women for Womem, que apoia mulheres que sobreviveram a conflitos bélicos. Além disso, a jovem fez aparições nos videoclipes das músicas “Oblivion” (2014) de Bastille, “Sucker” (2019) e “What a Man Gotta Do” (2020) dos Jonas Brothers.

Sophie vai sempre ser relembrada como a grandiosa Sansa Stark, que vimos crescer no ecrã, naquela que é considerada a melhor série de sempre. Contudo, não podemos esquecer que a atriz é mais do que Sansa Stark e o seu talento e dedicação comprovam-no, através dos diversos papéis que desempenhou.