O concurso encontra-se aberto a todos os cidadãos portugueses maiores de 18 anos.

Em comunicado, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso divulgou a nova edição do Prémio Literário Municipal António Celestino (CMPL). O município prevê a atribuição de mil euros para o texto vencedor e diplomas para menções honrosas, caso sejam atribuídas.

O CMPL tem como “objetivo fomentar o gosto pela leitura e pela escrita, bem como defender e valorizar a Língua portuguesa, promover e incentivar a criação literária”. Nesta edição, a modalidade do concurso é a poesia, uma vez que foi na mesma que “António Celestino se destacou”.

Desta forma, até 31 de março, todos os cidadãos portugueses, residentes em Portugal e maiores de 18 anos poderão concorrer ao Prémio Literário António Celestino, com trabalhos inéditos e escritos em língua portuguesa. Posteriormente, o júri deliberará sobre as propostas apresentadas até dia 21 de maio e a cerimónia de entrega está prevista para o mês de junho.

Na edição passada, o Prémio Literário António Celestino foi entregue a João Manuel Chambel Gonçalves Pedro que, sob o pseudónimo Júlio Gonçalves, apresentou “Vidas Adiadas”.

Relembre-se que o prémio literário prevê homenagear o escritor povoense António Celestino. Nascido a 24 de Maio de 1917, o autor dedicou a sua vida às artes, em particular à escrita.  A sua dedicação garantiu-lhe condecorações portuguesas e brasileiras, nomeadamente de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, de Grande Oficial da Ordem de Benemerência, de Cidadão Honorário da Cidade do Salvador e de Conselheiro da União das Comunidades.