A iniciativa decorreu entre os dias 18 de fevereiro e 17 de março. A nível nacional, foram angariadas mais de 36 toneladas de bens alimentares.

A iniciativa “Ajudar, não pode parar”, campanha lançada pelo movimento “Consciência Somos Nós”, juntou os centros comerciais geridos pela Sonae Sierra. No total, foram angariadas mais de 36 toneladas de bens alimentares, o que corresponde a mais de 70 mil refeições. As refeições serão agora distribuídas pelas famílias portuguesas carenciadas.

Segundo avançado pelo Braga TV, o Nova Arcada doou mais de 4 mil refeições a famílias carenciadas do concelho. Este valor conta com o contributo do centro comercial bracarense, que duplicou o valor doado pelos visitantes.

O diretor do Nova Arcada, Pedro Jorge Leite, agradece a todos os contribuintes e garante que “o valor angariado é muito significativo e vai ser um importante contributo para as famílias da nossa comunidade, que mais precisam, e que recorrem diariamente ao apoio da Rede de Emergência Alimentar”.

Também o GuimarãeShopping participou na iniciativa. Através da sua página oficial, o centro comercial vimaranense revelou a angariação de cerca de 1500 refeições. “Foi através da sua ajuda que cumprimos o nosso objetivo e hoje lhe podemos dizer, de coração cheio, que o GuimarãeShopping angariou 1453 refeições”, pode ler-se. Por sua vez, o Estação Viana Shopping angariou 261 refeições.

Em comunicado, a diretora de marketing da Sonae Sierra em Portugal, Joana Moura e Castro, agradeceu as contribuições dos portugueses, salientando a importância que terão junto das “famílias que foram mais impactadas pela situação pandémica”. Aproveitou ainda para relembrar que a Rede de Emergência Alimentar “está a receber cerca de 85 pedidos de ajuda diários face ao contexto atual”.

Da mesma forma, a presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, Isabel Jonet, explicou a importância deste tipo de iniciativas. “Queremos chegar a todas as famílias que passam por necessidades, quando os pedidos aumentam de dia para dia de uma maneira sem precedentes. São pessoas que tinham as suas vidas organizadas e perderam os seus rendimentos com o confinamento. As toneladas angariadas pelos centros comerciais geridos pela Sonae Sierra serão fundamentais e vão fazer toda a diferença para estas famílias”, afirmou.

Apesar do fim da iniciativa “Ajudar, não pode parar”, os números de pedidos de ajuda não param de aumentar. Deste modo, as instituições relembram que os portugueses podem continuar a contribuir para a Rede de Emergência Alimentar através do site www.alimentestaideia.pt ou através do número de MBWay.