O futsal continua a ser uma modalidade em crescimento no nosso país, com cada vez mais praticantes e com cadeias televisivas a apostar na transmissão de alguns jogos (último jogo da final dos play-offs transmitido pela TVI24 teve uma média de 190 mil espetadores). Com Ricardinho a ser a maior “coqueluche” do futsal nacional, ao ser consagrado outra vez com o título de melhor jogador do mundo, os portugueses começam a olhar para este feito com um enorme orgulho. E se Ricardinho é o melhor do mundo, a liga portuguesa começa a dar passos sérios para se tornar num das melhores do mundo. Capaz de atrair e de formar jogadores de alta qualidade, este ano a liga Sport Zone foi disputada sempre com alta rotação por parte de todas as equipas envolvidas. Com Benfica e Sporting a serem os eternos candidatos ao título, este ano tiveram alguém capaz de lhes fazer frente: o SC Braga AAUM.

A época de SC Braga AAUM podia ter saído de um conto de fadas. A lutar pelo título nacional de futsal até ao quarto jogo da final do play-off, foi uma época memorável para os minhotos. A equipa bracarense conseguiu superar-se e mostrar ao mundo do futsal que este não é dominado apenas pelas equipas da capital.

Com Paulo Tavares a juntar-se ao SC Braga na época 2012/2013, os Gverreiros do Minho começavam um projeto ambicioso. Com muito trabalho pela frente, o treinador português queria construir uma equipa sólida e capaz de discutir títulos. O auge dessa evolução foi atingido esta temporada. Com uma performance acima das expectativas, o SC Braga/AAUM criou bases cada vez sólidas para o futuro. Conseguiu potenciar jogadores – como os casos de André Coelho e Tiago Brito – sem menosprezar a qualidade assinalável no futsal que praticou. Apesar de todo o trabalho e resultados conseguidos em 2016/2017, a próxima época será um desafio que vai por à prova a qualidade e a evolução do trabalho de Paulo Tavares. Com a necessidade de construir uma equipa praticamente nova, o treinador bracarense sabe que irá lidar com mais pressão. Com a estreia na UEFA Futsal Champions League a ser o ponto mais alto da história bracarense, os Gverreiros do Minho poderão aproveitar esta experiência para dar a conhecer à Europa um pouco do bom futsal que exibiu nos pavilhões de Portugal. Na próxima época, podemos esperar um crescimento do futsal bracarense e a sua definitiva afirmação como uma potência nacional na modalidade.