A noite foi de música clássica em Braga. Ontem, o Theatro Circo recebeu a Orquestra Sinfónica Portuguesa numa noite de casa cheia e de muitos aplausos. O tema escolhido foi a Sinfonia nr. 7 de Bruckner, escrito no século XIX, e uma das composições mais famosas do autor.

Afinavam-se os instrumentos à medida que o público enchia a sala de espetáculos. A luz clara iluminava o palco para onde convergiam os olhares do público, que atravessava todas as gerações. Aquando da entrada do maestro, ouvem-se palmas que seriam o mote para o começo da noite de música clássica.

Na próxima hora ouvia-se a harmonia dos instrumentos entre si. A plateia olhava cuidadosamente para os gestos do maestro que conduziam a banda. Para Carla Gonçalves, espectadora, “é importante a realização deste tipo de espetáculos, principalmente para as gerações mais novas”. Luís Castro, também espectador, afirma que “as músicas orquestrais são muito desvalorizadas atualmente”.

A noite terminou com ovações por parte dos artistas, acompanhadas de grandes aplausos e da esperança que a orquestra retorne num futuro próximo.