O Vitória de Guimarães foi ao reduto do Arouca conquistar três importantes pontos, ao vencer por 0-2. Os golos de Tomané e Olímpio, ainda na primeira parte, ditaram o resultado final. Os minhotos partiram para este jogo relativo à 13.ª jornada em sétimo lugar, com algumas alterações no onze inicial face ao jogo da passada quinta-feira, frente ao Lyon. Já o Arouca, penúltimo classificado, vinha para este jogo moralizado, devido ao empate obtido em pleno Estádio da Luz, frente ao Benfica, na passada jornada.

A partida iniciou-se bastante morna, com os visitados a oferecerem a iniciativa de jogo aos vimaranenses. Ainda assim, o Arouca foi quem primeiramente criou perigo, por intermédio de um cabeceamento de Miguel Oliveira, que saiu por cima da baliza defendida por Douglas.

A partir deste momento, os comandados de Pedro Emanuel ganharam outra confiança no jogo e acreditaram que era possível chegar à vantagem. À passagem do minuto 13, os arouquenses podiam mesmo ter chegado ao golo, através de um cabeceamento de Nuno Coelho, que bateu na trave da baliza minhota.

Perto da meia hora, na primeira ocasião de golo que teve, o Vitória faturou, por intermédio do jovem avançado Tomané, que no interior da grande área recebeu a bola, rodou, e rematou rasteiro para o fundo da baliza defendida por Cássio.

Após o golo, a turma minhota assumiu o controlo do jogo e dez minutos depois, beneficiou de uma grande penalidade, por falta de Miguel Oliveira sobre Barrientos. Leonel Olímpio avançou para a marca e converteu, ampliando a vantagem para 0-2. O intervalo chegou e as equipas recolheram aos balneários, num jogo onde o Vitória soube aproveitar as poucas oportunidades de golo que teve à sua disposição.

A segunda parte iniciou-se com uma boa oportunidade de golo para os vimaranenses, mas Tomané cabeceou por cima do alvo. O Arouca foi em busca de um golo que desse a hipótese de discutir o resultado. À passagem do minuto 63, podia mesmo ter chegado a esse tão desejado golo, mas Roberto rematou ao lado da baliza visitante.

Os comandados de Pedro Emanuel ainda beneficiaram de algumas oportunidades de golo e ao minuto 73, o mesmo Roberto podia ter marcado, mas Douglas defendeu bem o remate do avançado.

O jogo terminou com o resultado fixado nos 0-2, favorável aos vimaranenses, numa segunda parte que só deu Arouca, onde os visitados não conseguiram chegar ao golo e o Vitória, com experiência e inteligência, soube gerir a vantagem e levar os três pontos, sem brilho, mas com tranquilidade. Na próxima jornada, o Vitória de Guimarães recebe a Académica, em jogo a ser disputado no dia 22 de Dezembro, pelas 18h15.