O Moreirense venceu, na noite de terça-feira, o Futebol Clube do Porto por 1-0. Com a primeira vitória da história frente aos azuis e brancos, os minhotos qualificam-se para a final four da Taça CTT.

Para os caseiros, bastava um empate para conseguir marcar presença na final four da competição. Na primeira metade do jogo, o FC Porto destacou-se com alguns lances de perigo, mas sem osconcretizar. A formação de Augusto Inácio tentou defender o empate que lhe dava acesso à fase seguinte da competição.

A segunda parte do encontro ficou marcado por um apagão da formação da invicta, que mostrou não ter capacidade para abrir um jogo que o Moreirense fechou. O bloqueio na defesa da equipa caseira dificultou a vida da formação de Nuno Espírito Santo, acabando por criar menos oportunidades de golo do que o Moreirense. Foram apenas precisos quatro minutos para os caseiros aproveitarem uma distração dos azuis e brancos e chegar à vantagem. A jogada parte de Rebocho que, com o apoio de Dramé, fez chegar a bola a Francisco Geraldes, que só teve de desviar o remate de José Sá

O FC Porto tentou reagir, mas nem as entradas de Diogo Jota e Corona (nos lugares de Boly e André André), foram suficientes para atacar na defesa cerrada dos caseiros. O golo de Francisco Geraldes acabou por ditar o resultado final, num jogo marcado pelas expulsões de Danilo Pereira e Brahimi. Os últimos minutos do encontro foram marcados pela tensão dos azuis e brancos em relação às decisões da equipa de arbitragem.

No outro encontro do mesmo grupo, o Belenenses e o Feirense empataram 2-2. O segundo e o terceiro lugar do grupo, não foi suficiente para estas equipas marcarem a presença na fase final da competição. O Moreirense segue agora para a fase final juntamente com o Benfica. O FC Porto sai da competição sem qualquer vitória. A equipa vimaranense encerrou o grupo B somando sete pontos, com duas vitórias e um empate.