Num dos jogos mais aguardados da 22ª jornada da Liga NOS, a equipa do SC Braga recebeu o SL Benfica, saindo derrotada por uma bola a zero. Apesar de ter demonstrado vontade de conquistar um resultado positivo, os “Guerreiros do Minho” não conseguiram superar os tricampeões nacionais, graças ao golo solitário de Mitroglou.

Nos primeiros 15 minutos, o equilíbrio foi a nota dominante. Com as equipas completamente encaixadas taticamente, era no meio-campo onde se jogava mais. Destaque para um lance ao minuto dez, em que Pedro Santos apareceu bem na área depois de um cruzamento da esquerda, mas enviou a bola às malhas laterais.

Os encarnados despertaram e originaram duas boas oportunidades, ambas por intermédio de Mitroglou. Ao minuto 22 enfiou mesmo a bola no fundo das redes, mas o lance foi anulado por fora-de-jogo. Seis minutos depois, Salvio executou um cruzamento venenoso pela direita mas Marafona, com uma boa mancha, negou o golo ao grego. A melhor chance da primeira metade surgiu a favor da equipa da casa. Após canto na direita do ataque bracarense, Battaglia envia a bola ao poste com um bom cabeceamento. Até ao fim do primeiro tempo, o jogo arrefeceu e ambas as equipas regressaram às cabines com tudo a zeros.

O começo do segundo tempo foi uma autêntica fotocópia do pontapé inicial. A equipa do Benfica tentava construir jogo, mas a excelente pressão do meio-campo arsenalista impedia os encarnados de sair a jogar. Ambos os treinadores tentaram mexer com o jogo: Jorge Simão mandou Federico Cartabia a jogo, enquanto Rui Vitória colocava o peruano Carrillo no ataque benfiquista.

Os efeitos não foram os desejados, especialmente para o treinador do Benfica. Fruto de uma excelente exibição por parte do quarteto defensivo dos “Guerreiros do Minho”, não havia formas de furar a muralha arsenalista.

Até que apareceu Mitroglou. Com um grande lance já dentro da área arsenalista, o ponta-de-lança do Benfica tirou dois adversários do caminho e rematou para o fundo das redes do Braga. Estava inaugurado o marcador ao minuto 80, num lance de génio por parte do camisola 11 dos encarnados.

O golo do grego foi um autêntico “soco no estômago” na equipa do Braga, Nos dez minutos finais, o Benfica geriu o encontro e levou os três pontos para Lisboa.

 

Com este resultado a formação do Braga perde terreno para o terceiro classificado, encontrando-se no 4ºlugar com 38 pontos. Na próxima jornada a equipa do Minho desloca-se ao terreno do Vitória de Setúbal.