Homem do Jogo

Rafael Henmi

O jogador do Benfica foi o jogador mais influente na partida ao fazer um poker. Apontou três golos na primeira parte, o que permitiu à sua equipa construir uma vantagem relativamente confortável nesse período do encontro. Para além disso, foi um atleta que conseguiu desequilibrar muitas vezes, causando dificuldades à defensiva bracarense. Marcou mais um golo no segundo tempo.

 

Em cima

Eli Junior

O atleta dos minhotos foi o mais inconformado do seu conjunto. Assinou três golos em diferentes momentos do desafio e com isso foi colocando os arsenalistas na discussão do resultado. Revelou-se também um dos melhores do SC Braga/AAUM no momento defensivo.

Elisandro

O pivô brasileiro mostrou-se bastante ativo no tempo em que esteve em campo. Jogando de costas para a baliza, ganhou grande parte dos duelos contra os seus adversários. Fez a assistência para o primeiro golo e mandou uma bola à barra.

 

Em baixo

Ineficácia ofensiva do SC Braga/AAUM

Enquanto o jogo esteve empatado, o emblema do Minho teve ao seu dispor as melhores oportunidades para marcar. A equipa de Paulo Tavares não aproveitou, fê-lo o Benfica e isso foi decisivo. Apesar de ter feito dois tentos na segunda parte, a formação da casa criou ainda várias ocasiões para aumentar o número de golos.