Depois de três vitórias consecutivas, o ABC/UMinho perdeu com o Águas Santas, num jogo antecipado da 20ª jornada da competição. Ansiedade e falhas técnicas marcaram o desaire dos minhotos.

O ABC/UMinho recebeu, este sábado, o Águas Santas, num jogo a contar para a 20ª jornada do Campeonato Andebol 1. Os minhotos saíram derrotados por 22-24, interrompendo o ciclo de três vitórias consecutivas. Com este resultado e com um jogo a mais, a turma de Jorge Rito ocupa a quarta posição da tabela classificativa, com 49 pontos, os mesmos que o FC Porto.

No Pavilhão Flávio Sá Leite, os primeiros 15 minutos foram dominados pelo grupo da casa. Os minhotos conseguiram rapidamente uma vantagem por três golos (4-1), mas a equipa visitante foi alterando o seu comportamento no jogo. Em pouco tempo, o Águas Santas conseguiu reduzir a diferença para 8-7, e, logo a seguir, igualar o marcador (8-8).

A subida da turma visitante na partida foi fruto da ansiedade e de falhas que o grupo do Minho apresentou. Os pupilos de Jorge Rito cometeram diversos erros técnicos e começaram a perder, consecutivamente, situações de ataque, que se revelavam ineficazes.

A formação maiata foi aproveitando as lacunas do adversário. O intervalo chegou com o Águas Santas na frente do marcador por 11-14, depois de ter estado a vencer por quatro golos, que foi a maior diferença que obteve nos 60 minutos do encontro (10-14).

No segundo tempo, o grupo da Maia apostou num jogo passivo e no controlo do resultado. Foi, por isso, crucial a performance do guardião de Águas Santas, que em muitas ocasiões evitou o golo do ABC/UMinho. Por outro lado, a formação de Jorge Rito tentou lançar contra-ataques, mas houve falta de eficácia, devido também à boa organização defensiva maiata.

Assim, o máximo que os minhotos conseguiram foi, em certos momentos, reduzir a desvantagem para a diferença de dois golos. A ineficácia traiu o bom ciclo de vitórias do grupo da casa, situação que foi aproveitada pela turma visitante, ao conseguir vencer o jogo por 22-24.

No ABC/UMinho merecem destaque Pedro Cruz (dez golos, 53% de eficácia e três em quatro de livre de sete metros), Hugo Rosário (cinco golos e 63% de eficácia) e Humberto Gomes (38% de eficácia). Com este resultado, os bracarenses ocupam a quarta posição da tabela classificativa e o Águas Santas a sexta, com 41 pontos. Na próxima jornada, os minhotos visitam o Avanca, já a equipa maiata recebe o Madeira SAD.