Minhotos fora da Europa devido à falta de estabilidade financeira do clube.

Pela segunda época consecutiva, o ABC/UMinho não vai marcar presença na Taça Challenge por decisão da administração do clube. A confirmação foi dada esta quarta-feira por Rui Silva, presidente do emblema minhoto, em declarações à Rádio Universitária do Minho (RUM).

Apesar de ter terminado o Campeonato Andebol 1 na quarta posição da tabela classificativa, o ABC/UMinho recusa participar na Taça Challenge da próxima época. O Madeira SAD deverá ocupar a vaga europeia deixada em aberto.

Rui Silva explicou à RUM que o clube “não tem a estabilidade financeira” necessária. Neste sentido, o emblema bracarense “prefere dar prioridade à resolução de problemas do passado e reduzir o passivo”. Recorde-se que o ABC/UMinho já conquistou a competição na época 2015/2016 e, por isso, o principal objetivo é “canalizar o esforço para estabilizar o clube”, justificou.

O dirigente também aproveitou a ocasião para se dirigir aos sócios e simpatizantes do Académico, frisando que a participação na Taça Challenge implicaria “muitas viagens para o leste da Europa, que custariam um valor acrescido”. Já na temporada passada, o ABC/UMinho tinha falhado a presença nas competições europeias pela mesma razão.