Mulher do Jogo

Kássia César

Apesar de Sara Gonçalves ter sido a melhor marcadora da equipa do Madeira SAD, foi Kássia César quem mais se destacou. Para além dos cinco golos, a internacional angolana foi uma verdadeira “muralha” defensiva, impedindo por diversas vezes que os remates das adversárias incomodassem a sua guarda-redes. A atleta de 24 anos esteve muito assertiva na circulação de bola, nomeadamente nas combinações com a pivô Renata Tavares, tornando-se assim um elemento preponderante na conquista da Supertaça por parte do conjunto madeirense.

Em cima

Mónica Correia

Se o Madeira SAD conseguiu uma vantagem confortável desde os primeiros momentos do encontro, muito pode agradecer à guarda-redes de 27 anos. Elasticidade e rápida capacidade de reação foram predicados demonstrados pela internacional portuguesa ao longo de todo o encontro. A confiança que Mónica Correia transmitiu às colegas de equipa contribui para a conquista do troféu por parte do Madeira SAD.

 

Miriam Almeida

O SIR 1º de Maio/ ADA CJ Barros nunca entrou de forma efetiva no jogo, mas isso não se deve à falta de entrega de Miriam Almeida. A camisola 13 da formação da Marinha Grande foi um verdadeiro poço de força, terminado o jogo com quatro golos apontados.

 

Apoio do público

Apesar da distância entre as cidades do Funchal e da Marinha Grande e Braga, os adeptos disseram “presente” no Forum Braga. Impulsionado muitas vezes pelas atletas sentadas no banco de suplentes, o público não deixou de apoiar ambas as equipas. Os momentos de silêncio durante os 60 minutos de jogo foram uma raridade e isso só contribuiu para o espetáculo.

Em baixo

Desequilíbrio no encontro

No jogo que decidia o primeiro troféu da temporada, esperava-se um pouco mais da equipa do SIR 1º de Maio/ ADA CJ Barros. Apesar de ter reduzido a diferença no marcador para quatro golos no início da segunda parte, o conjunto da Marinha Grande foi sempre incapaz de incomodar verdadeiramente o adversário. O Madeira SAD conseguiu controlar a partida durante quase todo o tempo de jogo, facto que fica espelhado no resultado final (29-19)