Gverreiras do Minho vencem AD Ovarense por quatro tentos sem resposta e apuram-se para os oitavos de final da prova rainha. Minhotas somam 12º jogo a ganhar.

O pontapé de saída entre a AD Ovarense e o SC Braga para a terceira eliminatória da Taça de Portugal Allianz deu-se, este sábado, no Parque Marques da Silva. As minhotas confirmaram o favoritismo e avançaram para mais uma eliminatória da prova rainha.

À entrada para esta partida, as arsenalistas levavam 11 jogos a vencer e, no segundo jogo entre estas duas equipas, a turma da casa quis mostrar que não eram favas contadas. Apesar do ascendente ofensivo da equipa forasteira, a muralha defensiva da AD Ovarense mostrou-se sólida.

Contudo, por intermédio de Diana Gomes, ao minuto 35, o SC Braga conseguiu colocar-se na dianteira. Foi com a vantagem mínima que as equipas recolheram aos balneários.

A segunda parte começou e Laura Luís com recurso “à bomba” dilatou a vantagem para as minhotas, à passagem do minuto 49. O ataque arsenalista não desarmou e Vanessa Marques fez o gosto ao pé a partir da marca dos 11 metros.

Os dois golos em 20 minutos encerraram as esperanças da equipa da casa, que viria a ver as suas redes balancear mais uma vez. Keane, aos 75 minutos, assinalou o seu nome na lista dos marcadores e fechou o resultado em 0-4.

As minhotas encerram assim o ano com uma goleada e voltam em janeiro para receber o CA Ouriense, a contar para a jornada 17 do Campeonato Nacional Feminino BPI. Por sua vez, a AD Ovarense vai receber no seu reduto o Estoril Praia.