Aos dez anos, Scarlett Johansson já contracenava ao lado de Bruce Willis. Aos 11 já estava indicada para o Independent Spirit Award, graças ao seu papel em Manny & Lo (1996). Desde jovem que se revelou uma excelente profissional e foi agora distinguida pela revista Forbes como a atriz mais bem paga do mundo. Celebra esta sexta-feira, dia 22 de novembro, o seu 35º aniversário.

A atriz nasceu a 22 de novembro de 1984 e desde pequena se mostrou entusiasta das artes. Gostava particularmente de teatros musicais. Johansson revelou que, quando era mais nova, já praticava a representação em frente ao espelho, numa tentativa de imitar as atrizes que via em filmes.

Scarlett Johansson, O Amor é um Lugar Estranho

Nascida e criada em Manhattan, Nova Iorque, sempre sonhou ser atriz e apareceu pela primeira vez em palco numa peça para menores Off-Broadway. Logo a sua carreira começou a descolar e, aos 34 anos, já participou em mais de 40 filmes. Considerada a Marilyn Monroe moderna e a musa de Woody Allen, Scarlett Johansson tem uma das mais consistentes carreiras de Hollywood.

Loira, morena ou ruiva, dedica todo o seu talento a cada papel que representa. Atualmente é mais conhecida como a Viúva Negra, no Universo Marvel. Contudo, a intérprete ganhou mais reconhecimento em filmes como O Encantador de Cavalos (1998) e Ghost World (2001).

Um dos seus sonhos de infância era estrelar na Broadway, o que conseguiu ao atuar em peças como A View from the Bridge e Cat on a Hot Tin Roof (2013). Ao longo da sua carreira, a atriz foi acumulando vários prémios, como um BAFTA aos 20 anos, pelo papel em O Amor é um Lugar Estranho (2003).

Scarlett Johansson, Os Vingadores

Scarlett Johansson revela ser capaz de se adaptar a todos os tipos de filmes, sejam eles de ação, comédia ou romance. A atriz consegue entrar na pele de qualquer personagem e transformar-se completamente. Muitos críticos elogiam esse mesmo facto, de Johansson ser uma atriz “maleável”, diferente de todas as outras.

Apesar da sua reputação como intérprete, Scarlett Johansson destaca-se também por dar suporte a várias organizações humanitárias. Entre outras, sublinham-se a Aid Still Required, a Cancer Research UK, Stand Up to Cancer, Too Many Women e USA Harvest.