O investimento ronda os 4 milhões de euros. Município define como prioritário o contexto da agregação dos sistemas municipais de água e saneamento de águas residuais urbanas

A Câmara Municipal de Ponte de Lima prevê dotar o território de infraestruturas e serviços ambientais de saneamento básico capazes de atingir um nível de atendimento, de qualidade e proximidade. O montante é superior a quatro milhões de euros e serve para alargar rede de saneamento da vila.

Em comunicado ao Correio da Manhã, o presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Victor Mendes, afirma que o projeto corresponde a “um grande investimento para este mandato”. Revelando ainda que as obras de saneamento de Sistema de Freixo e de Sistema da Correlhã, já aprovadas pelo POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos, perfazem o valor estimado de quatro milhões de euros.

O município acrescentou que aquele investimento resulta da constituição da empresa Águas do Alto Minho, que assumiu a gestão do sistema de águas do distrito de Viana do Castelo a partir de 1 de janeiro de 2020.