A execução da medida está dependente da colaboração dos portugueses em relação aos procedimentos de contenção.

Patrícia Gaspar, secretária de Estado da Administração Interna, declarou à TSF a possibilidade de forçar quarentenas e fechar fronteiras, em resposta à disseminação do Covid-19. A interlocutora afirma que o Governo tem condições para aplicar essa medida, no entanto, ainda não é “absolutamente essencial”.

As medidas extremas podem ser aplicadas dependendo da colaboração dos portugueses com os procedimentos de contenção aplicados pelo Governo. Até agora, “todas as situações [de isolamento] que foram decretadas têm contado com toda a colaboração por parte dos portugueses [de] (…) forma solidária e cooperante”, afirmou Patrícia Gaspar.

Esta segunda-feira, os casos positivos subiram para 31, mais um em relação a domingo. A última confirmação é a mãe da jovem algarvia infetada.

Desde que foi detetado na China, em dezembro, o coronavírus infetou cerca de 110 mil pessoas, das quais mais de 62 mil recuperaram.