Barcelenses chegaram a uma série de três vitórias consecutivas pela segunda vez na época.

A 32.ª jornada da Liga NOS colocou frente a frente esta terça-feira o Gil Vicente e o CD Tondela, no Estádio Cidade de Barcelos. Num jogo de poucas oportunidades, os gilistas souberam tirar partido das poucas vezes que criaram perigo e venceram por 3-2. 

A primeira oportunidade surgiu apenas aos 24 minutos. Depois de um cruzamento na direita, a bola bateu em Alex Pinto e ficou à mercê de Philipe Sampaio, mas o remate do central saiu ao lado. O Gil Vicente respondeu cinco minutos depois e, na primeira vez que causou perigo à equipa visitante, abriu o marcador. Rúben Ribeiro veio da direita para o centro e, de fora da área, atirou para o fundo das redes adversárias. 

Os primeiros 45 minutos ficaram-se por aí e não tiveram mais oportunidades de golo, com as equipas a regressarem aos balneários com um 1-0 no placard. Os pupilos de Natxo González estavam a ser mais fortes no regresso ao relvado, mas os barcelenses foram os primeiros a criar perigo. 

Kraev colocou em Rúben Ribeiro que, depois de tirar um adversário da frente, tentou a sua sorte. Babacar evitou o golo e enviou a bola para canto. Na conversão, Ygor Nogueira, ao segundo poste, assistiu Rúben Fernandes, que de cabeça, aumentou a vantagem da equipa de galo ao peito. Estavam decorridos 57 minutos.

Pouco tempo depois, Rúben Ribeiro voltou a meter o cunho pessoal em mais um tento da turma de Barcelos. Aos 64′, passou para Kraev, que dominou com o pé direito e com o esquerdo fez o 3-0. 

Aos 72 minutos, um livre de Pepelu ainda esteve perto de diminuir a desvantagem, mas o esférico saiu por cima. Aos 73′ foi um remate de Straklj a fazer tremer os gilistas, mas Denis estava atento. Mas, como não há duas sem três, aos 74′ os tondelenses chegaram mesmo ao golo, por intermédio de Yohan Tavares, em resposta a um canto cobrado na esquerda. 

A turma visitante não baixou os braços e, dez minutos depois, colocou os galos com as penas em pé. Straklj tentou fazer o gosto ao pé, mas, novamente, não conseguiu ultrapassar Denis. Na recarga, Philipe Sampaio fechou o resultado em 3-2. 

Os barcelenses somaram, assim, a 11.ª vitória e subiram ao nono lugar do campeonato, com os mesmos 42 pontos do Moreirense, que é oitavo. O próximo jogo do Gil Vicente é em casa do Belenenses SAD, no próximo domingo.

Recorde ainda: FC Famalicão vence e alimenta objetivo europeu