A 12ª temporada do Reality Show RuPaul’s Drag Race terminou no dia 29 de maio.  A mais recente edição da competição pelo título de “Próxima Super Estrela Drag” teve estreia a 28 de fevereiro. Depois de quatro meses e 14 episódios de desafios e conquistas, Jaida Essence Hall foi coroada vencedora.

Rupaul’s Drag Race estreou originalmente em 2009 na LogoTV e com a produção da WOWPresents. Depois de nove temporadas, foi então transferido para a VH1 e desde então o sucesso do programa tem-se multiplicado, dando origem a réplicas por todo o mundo, como por exemplo Drag Race Thailand, RuPaul’s Drag Race UK, Canada’s Drag Race, RuPaul’s Secret Celebrity Drag Race, RuPaul’s Drag U e The Switch Drag Race.

O Reality Show, na sua essência, é um programa de competição onde Drag Queens participam em diversos desafios para colocar à prova o seu talento, na arte de Drag. Os desafios são extremamente diversos, passando por teatro, canto, design e construção de peças de roupa de alta costura, maquilhagem, design e venda de produtos, entre outros.

A Drag Queen mais fraca no desafio semanal é eliminada, enquanto que a melhor é declarada vencedora e recebe um prémio. Quando só restam três concorrentes, o apresentador e criador do programa, RuPaul, decide quem teve o melhor desempenho e quem deve, consequentemente, garantir o legado do programa.

Depois da 11º temporada, uma das piores edições do programa, RuPaul’s Drag Race voltou para provar a longevidade e qualidade do franchise. Desta vez, 14 concorrentes entram no Werk Room com o objetivo de saírem vencedoras. O primeiro episódio da temporada contou com a júri convidada, Nicki Minaj, que participou na divulgação do programa. Para além dela, Normani, Alexandria Ocasio-Cortez e Whoopi Goldberg ajudaram na avaliação semanal da competição.

Esta edição de RuPaul’s Drag Race foi uma das melhore até agora. Os desafios foram bem organizados e escritos com destaque para o desafio musical Madonna: The Unauthorized Rusical no episódio sete e para o desafio teatral Gay’s Anatomy, no quinto episódio. Sendo que o desafio de costura no episódio quatro, The Ball Ball, foi um dos pontos baixos desta edição quase perfeita.

Apesar de não ser uma das temporadas mais dramáticas da história da série, é impossível negar a dinâmica que se criou com o decorrer dos episódios. O elenco extremamente talentoso e variado não se via desde a oitava temporada. Apesar de ser uma das versões que se aproxima mais do termo RuPaul’s Best Friend Race, conta à mesma com os elementos de drama e confusão de que os fãs tanto gostam.

Na final estavam Crystal Methyd, Gigi Goode e Jaida Essence Hall.  Jaida Essence acabou por vencer depois de várias performances entre as finalistas, via chamada Zoom. O título de Miss Congeniality, ou seja, aquela que se manteve mais positiva e amigável durante a temporada, foi para Heidi N Closet, que ficou em sexto lugar na competição. Esta é a primeira vez que tanto a vencedora da temporada, como a Miss Congeniality, são ambas afro-americanas. Algo importante, especialmente no ambiente em que vivemos.

De modo geral, a temporada 12 do fenómeno cultural que é o RuPaul’s Drag Race excedeu as expectativas de muitos. Particularmente, depois do declínio em qualidade que se tem sentido nas temporadas mais recentes.