A primeira de quatro viagens cinematográfica pelo mundo, “Viagem a Itália”, levou cerca de 50 espectadores na jornada intimista de um casal recém-desconhecido por Nápoles.

O ciclo de cinema do gnration iniciou esta quinta-feira, dia 6 de agosto, com o 21º filme de Roberto Rossellini, Viagem a Itália. A iniciativa “Cinema no Pátio”, programada por Eduardo Brito, promete levar o espectador aos vários do cantos do mundo através de um ecrã.

Nesta película, o realizador, responsável por obras aclamadas como Alemanha, Ano Zero (1948) e Roma, Cidade Aberta (1945), afasta-se do seu registo neorrealista italiano para explorar temáticas mais existencialistas. Este é, para muitos, o primeiro filme moderno a ser exibido no grande ecrã.

Em Viagem a Itália, Rossellini apresenta um casal inglês, interpretado por Ingrid Bergman e George Sanders, que viaja com o objetivo de ver uma propriedade perto de Nápoles, recentemente herdada. No entanto, a história transforma-se numa reflexão sobre crueldade e cinismo, à medida que o casamento destas duas personagens se desmorona.

A programação do “Cinema no Pátio” estende-se até ao fim do mês de agosto e a próxima sessão será no dia 13, com o filme Nostalgia (1983), de Andrei Tarkovski.