O canoísta português ganhou a prova de K1 5000 na Taça do Mundo e conquistou a 100.ª medalha da carreira

O canoísta internacional português, Fernando Pimenta, conseguiu este domingo o feito de alcançar a centésima medalha internacional. O atleta português venceu a prova de K1 5000 na Taça do Mundo de Szegeb, na Hunrgia, sendo este o terceiro pódio na competição, depois do ouro no K1 1000, ontem, e prata no K1 500.

Fernando Pimenta impôs-se aos húngaros Balint Noe, segundo, e Kornel Beke, terceiro, ao registar um tempo de 20.03,09 minutos. Em declarações à Rádio Observador, Fernando Pimenta mostrou-se satisfeito pelo feito e garantiu que ter chegado à centésima medalha é “fantástico” e deixa um “sentimento de dever cumprido”. “Agora é voltar a casa, descansar e ter as minhas merecidas férias que ainda não tive oportunidade de as ter”, referiu o atleta português.

A Taça do Mundo de canoagem, a decorrer na Hungria, é a única prova internacional da modalidade que vai acontecer em 2020. Já este sábado, e para além de Fernando Pimenta, também Joana Vasconcelos e Norberto Mourão conquistaram medalhas para Portugal.