Presidente substituto e vice-presidente da AF Braga avançam a possível retoma dos adeptos.

As datas para o regresso dos espectadores aos estádios ainda não foram divulgadas, mas a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) já planeia uma resposta a esta ambição. A estratégia pensada para uma primeira fase visa 20% da lotação total de cada recinto desportivo.

O vice-presidente da Associação de Futebol de Braga (AFB) avançou que “está em cima da mesa a possibilidade de se ir reintroduzindo o público um quinto a um quinto da totalidade dos recintos”. A retoma dos adeptos às bancadas no futebol não profissional será assim realizada de uma forma progressiva, desejando “logo que possível, a ausência de restrições”.

Pedro Sousa, no programa RUM(O) desportivo, emitido na Rádio Universitária do Minho (RUM), destacou que este plano da FPF está assente “nas informações que existem atualmente sobre a pandemia”, sendo ajustado com o evoluir da situação epidemiológica. O vice-presidente da AFB considera que com o cenário atual, será “muito difícil haver público nos recintos desportivos quando ocorrerem os primeiros jogos”.