A partida terminou sem golos para ambos os lados.

O Vitória SC deslocou-se, este domingo, até Vila do Conde para defrontar o Rio Ave FC. O jogo terminou com um nulo no marcador e os vitorianos continuam sem vencer na Liga NOS 20/21.

O equilíbrio foi a imagem de marca do quarto de hora inicial, Só ao minuto 15 surgiu a primeira oportunidade de golo da partida, quando Mikel Agu viu o seu remate ser defendido pelo guardião vilacondense. A resposta dos homens da casa surgiu, aos 19 minutos, dos pés de Carlos Mané, mas Bruno Varela segurou a tentativa do extremo rio-avista.

A equipa de Tiago Mendes tentou assumir as rédeas do jogo e, aos 28 minutos, ficou perto de abrir o placard. Marcus Edwards surgiu na cara de Kieszek, mas o remate do inglês saiu por cima, num lance posteriormente anulado por fora de jogo. No restante tempo da primeira metade, o equilíbrio foi reestabelecido e as equipas recolheram aos balneários com um nulo no marcador.

Na segunda parte, o Rio Ave entrou por cima do encontro e Gabrielzinho foi o primeiro a ameaçar a baliza visitante, ao minuto 57, com um remate agarrado a dois tempos. Apesar deste ligeiro ascendente caseiro, um lance individual de Ricardo Quaresma pôs a defesa adversária alerta e obrigou Kieszek a uma intervenção apertada, aos 59.

Já aos 70 minutos, Quaresma foi derrubado em falta na área contrária, mas viu a primeira decisão de Tiago Martins ser revertida pelo vídeoarbitro, por posição irregular no início da jogada. Até final, os vimaranenses voltaram a superiorizar-se, porém não foram capazes de transformar o domínio em golos e o último apito de Tiago Martins confirmou o 0-0 como resultado final.

Com este empate, o Vitória SC somou o primeiro ponto na presente edição do campeonato e encontra-se na 13ª posição. Na próxima sexta-feira, a equipa minhota recebe o Paços de Ferreira, às 21h15.