Queda de rendimento na segunda parte ditou derrota expressiva dos minhotos frente ao penúltimo classificado.

O Pavilhão Gimnodesportivo da Burinhosa foi o palco da jornada 14 da Liga Placard, que colocou frente a frente as formações do Burinhosa e do SC Braga/AAUM. Num jogo onde os golos só aconteceram no segundo tempo, o placard ditou uma derrota dos minhotos por três golos sem resposta.

O equilíbrio entre as duas equipas foi a nota dominante na parte inicial do encontro. Logo ao primeiro minuto de jogo, o Burinhosa dispôs da primeira ocasião de perigo, contudo, o remate de Sévio saiu às malhas laterais da baliza de Leandro Costa. O SC Braga/AAUM respondeu rapidamente e, dois minutos depois, Tiago Correia testou a atenção de João Azevedo. O guardião do Burinhosa evitou o golo do bracarense com uma defesa segura.

A turma da casa continuou determinada em abrir o marcador. À passagem do minuto nove, Freddy esteve perto de colocar a sua equipa em vantagem, não fosse Leandro Costa a contrariar as intenções do número 12, através de uma defesa com os pés. Desagradado com o rendimento da sua equipa, Bruno Guimarães, técnico dos minhotos, solicitou uma pausa técnica aos 13 minutos.

A palestra do treinador surtiu efeito e, volvidos três minutos, o SC Braga/AAUM chegou com perigo à baliza defendida por João Azevedo. O contra-ataque dos bracarenses terminou com o remate de Bruno Cintra a ser travado pelo guardião português. Até ao final da primeira parte, o marcador não se alterou e as formações regressaram aos balneários com o nulo no placard.

A partida retomou da melhor forma para a equipa da casa e, seis minutos após o apito inicial do segundo tempo, Vitinho colocou o Burinhosa em vantagem. O brasileiro, de 26 anos, finalizou, com o golo, uma boa jogada individual.

Os leirienses ainda festejavam o tento, quando ficaram a jogar com menos um jogador. Freddy travou, em falta, uma jogada potencialmente perigosa do SC Braga/AAUM, que seguia com superioridade numérica para a baliza de João Azevedo. O árbitro da partida decidiu-se pela amostragem do segundo amarelo ao ala de 28 anos.

O SC Braga/AAUM procurou tirar partido do facto de se encontrar a jogar com mais um elemento e cresceu no jogo. Aos 29 minutos, Bruno Cintra teve nos pés a oportunidade de repor a igualdade, porém, o guarda redes do Burinhosa negou o golo e manteve a sua baliza inviolada. Apesar de estar com um homem a menos, foi a equipa comandada por Nuno Veiga a dilatar a vantagem. Leandro Costa, guardião do SC Braga/AAUM, estava adiantado no campo e o capitão do Burinhosa, Espanhol, aproveitou para fazer um chapéu ao guarda-redes minhoto, desde o meio campo contrário.

Já com o mesmo número de atletas em campo para ambas as equipas, à passagem do minuto 31, os minhotos beneficiaram da sua melhor oportunidade até então. Só que Hebert Bolt não foi além de um remate ao ferro e a vantagem de dois golos do Burinhosa permaneceu inalterada.

A formação de Bruno Guimarães continuou mais ofensiva, na tentativa de reduzir a desvantagem. O cronómetro marcava 34 minutos quando Bruno Cintra rematou cruzado em direção à baliza de João Azevedo. Intransponível, o guardião voltou a evitar o golo dos minhotos.

A equipa do Burinhosa sentiu os bracarenses a crescerem no encontro e responderam. Ao minuto 34, Sévio quase ampliou a vantagem para três golos de diferença, mas Leandro Costa evitou males maiores. Apenas dois minutos depois, já a jogar com guarda-redes avançado, o SC Braga/AAUM deixou a sua baliza aberta, mas João Azevedo, com um remate de uma baliza à outra, não conseguiu ter pontaria afinada e o marcador prosseguiu com o 2-0.

O vencedor parecia já estar encontrado, mas ainda houve tempo para, a 15 segundos do fim, Tiago Pereira fazer o terceiro dos leirienses. A partida terminou com a derrota dos minhotos por três bolas a zero.

Com a derrota, o SC Braga/AAUM mantém o 11º lugar no campeonato, ainda que há condição. Os minhotos voltam a jogar apenas no dia 27, depois de verem vários dos seus jogos serem adiados, devido ao estado de emergência. Os bracarenses deslocam-se ao Algarve para defrontarem o Portimonense, num jogo a contar para as meias finais da Taça de Portugal.

Recorde ainda: Chuva de golos termina em vitória do CR Candoso