A avaliação da Comissão Europeia destaca a estratégia de internacionalização que a Universidade do Minho tem vindo a desenvolver.

A candidatura apresentada pela UMinho à Comissão Europeia para renovação da Carta Erasmus para o Ensino Superior (Erasmus Charter for Higher Education, ECHE), no âmbito do novo Programa Erasmus+ para o período 2021-2027, foi aprovada esta quarta-feira com a avaliação de “Excelente”. Trata-se de um selo de qualidade para cooperação europeia e internacional neste ramo de ensino.

A atribuição da Carta Erasmus à instituição minhota reflete os princípios fundamentais a respeitar no âmbito do Programa Erasmus+. Esta constitui um pré-requisito para as instituições de Ensino Superior localizadas num país do Programa que pretendam participar em projetos de mobilidade de aprendizagem de indivíduos, bem como de cooperação para a inovação e boas práticas das diversas Ações-chave.

Deste modo, com a atribuição da Carta Erasmus à Universidade do Minho, a Comissão Europeia  destaca a estratégia de internacionalização que a Universidade do Minho tem vindo a desenvolver. Reconhece ainda a qualidade do plano de ação proposto pela instituição para a implementação do Programa Erasmus+ na UMinho para o período 2021-2027.

A distinção chega depois de a UMinho ter também recebido o prémio Boas Práticas Erasmus+ 2020, entregue pela Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação e pela Agência Nacional Juventude em Ação, no âmbito do projeto institucional “Higher Education Student and Staff Mobility”. A Carta Erasmus constitui um selo de garantia de qualidade para cooperação europeia e internacional no Ensino Superior.