No aconchego do lar, todos os cinéfilos anónimos são convidados a desfrutar e a interagir.

O Núcleo de Cinema da Universidade do Minho (CineFOCUM), apresentou o cartaz deste mês, que conta exclusivamente com curtas e longas-metragens nacionais. Todas as quartas-feiras, às 21h30, o canal do Discord do CineFOCUM recebe os amantes de cinema (ou não) que se queiram embrenhar na Sétima Arte.

A segunda sessão do mês realizou-se esta quarta-feira com a exibição de Pára-me de Repente o Pensamento (2014), um filme documental de Jorge Pelicano. Condensada em 101 minutos, esta obra cinematográfica retrata e acompanha as rotinas, conversas e anseios dos utentes do Centro Hospitalar Conde de Ferreira, no Porto. O ator Miguel Borges reside, durante três semanas, no interior do hospital, de forma a encontrar o seu personagem para uma peça de teatro. Mergulha no mundo da insanidade e nele encontra a lucidez, através das pausas para cigarros seguidas do café, os devaneios e reflexões, as terapias dos pacientes.

O CineFOCUM tem como objetivo divulgar cultura e fomentar a paixão pelo cinema. Sendo muitas vezes difícil consumir cinema nacional e autoral, por se encontrar, maioritariamente, em salas nos dois grandes centros urbanos de Porto e Lisboa, considera fundamental transmitir ao meio académico esta variedade de cultura portuguesa.

Apesar da situação pandémica autal impedir os eventos presencias, as plataformas digitais continuam a abraçar o projeto e a permitir a troca de ideias e gostos. Até ao final de abril estão anunciadas mais duas sessões de cinema português. Dia 21, quarta-feira, pelas 21h30, decorre a exibição do filme Tristeza e Alegria na Vida das Girafas, de Tiago Guedes. Já no dia 28, à mesma hora, haverá a apresentação de um filme surpresa.