Minhotos mostraram coesão defensiva e não permitiram que os dragões fossem eficazes.

Na 29ª jornada da Liga NOS, o Moreirense recebeu o FC Porto. A partida, que teve lugar esta segunda-feira, terminou com um empate a uma bola no marcador.

O FC Porto entrou com pressão alta, o que resultou em dificuldades por parte dos minhotos em sair a jogar devido a perdas de bola no meio campo. Apesar de os azuis e brancos terem maior posse de bola, a formação de Vasco Seabra progrediu na eficácia de passe e conseguiu sair em contra-ataque a partir da segunda metade da primeira parte.

Aos 34 minutos, Yan Matheus, assistido por Rafael Martins, quase inaugurou o marcador, no entanto, Mbemba cortou para canto. Três minutos depois, David Simão bateu curto um pontapé de canto, Uribe perdeu a marcação e Ferraresi colocou a bola nas redes adversárias. Os portistas tentaram igualar a partida, aos 39 minutos, mas Rosic levou a melhor sob Corona.

Na segunda parte, os dragões procuraram o golo e o Moreirense manteve a sua qualidade defensiva. Aos 46 minutos, Taremi esteve na cara do golo, mas Pasinato mostrou-se presente. Pouco tempo depois, Rafael Martins tentou aumentar a vantagem, porém, Marchesín defendeu o remate. O FC Porto continuou mais ofensivo e, aos 57 minutos, Mbemba cruzou para Marega, que atirou à barra.

Os azuis e brancos tiveram dificuldades em entrar na densidade defensiva do Moreirense, que praticou um bloco baixo e compacto. Aos 76 minutos, Uribe evitou o segundo golo minhoto, depois de André Luís tirar Marchesín do caminho. Os dragões insistiram e, aos 83 minutos, Fábio Vieira rematou ao lado. Três minutos depois, Rosic acertou no pé de Toni Martínez e Hugo Miguel assinalou grande penalidade e Taremi não vacilou.

Mais pressionantes e na procura do golo que lhe desse os três pontos, na sequência de um pontapé de canto, Otávio serviu Toni Martínez que cabeceou para as redes minhotas. Contudo, o golo foi anulado, uma vez que o avançado dos dragões se encontrava em posição irregular, por dez centímetros. O número 29 do Porto não desistiu e, aos 96 minutos, voltou a tentar a sua sorte, mas Pasinato segurou o empate. Já depois do apito final, Sérgio Conceição viu cartão vermelho após se dirigir ao árbitro Hugo Miguel.

Com o empate, o Moreirense soma 36 pontos e sobe à sétima posição da tabela classificativa. Na próxima jornada, os minhotos defrontam o Vitória SC.

Recorde ainda: Vitória SC perde e dá continuidade a crise de resultados