Empate coloca minhotos a três pontos do lugar de acesso à Liga dos Campeões.

O SC Braga recebeu, este domingo, a formação do Belenenses SAD, no Estádio Municipal de Braga. A partida, a contar para a jornada 26 da Liga NOS, começou melhor para os minhotos, porém, na segunda metade do encontro, o Belenenses SAD reestabeleceu a igualdade. O duelo terminou com o 1-1, no marcador.

O início do jogo foi marcado pela intensa pressão dos homens do Belenenses SAD, que dispuseram da primeira ocasião flagrante do encontro. Ao minuto oito, na sequência de um pontapé de canto, Cassierra apareceu solto de marcação na grande área, porém, o cabeceamento do colombiano passou por cima da baliza defendida por Matheus.

No entanto, o SC Braga cresceu na partida e, quatro minutos depois, após cruzamento de Nico Gaitán, Raúl Silva ficou perto de inaugurar o marcador, contudo, o defesa brasileiro não foi além de um cabeceamento desenquadrado com a baliza. Apesar da oportunidade desperdiçada, os minhotos permaneceram incisivos no ataque e, no minuto seguinte, Ricardo Horta tentou picar a bola sobre Kritciuk e obrigou o guardião a uma defesa apertada.

Os comandados de Petit procuraram reagir, muito através de contra-ataques rápidos. Ao minuto 20, Tiago Esgaio, com um cruzamento rasteiro, encontrou Miguel Cardoso isolado ao segundo poste, todavia, Matheus mostrou-se intransponível e parou o remate do extremo.

As oportunidades surgiam de ambas os lados, num jogo que assumiu um ritmo frenético na primeira meia hora. À passagem do minuto 26, Andraz Sporar recebeu a bola de costas para a baliza, rodou sobre a defensiva dos azuis e rematou para as mãos de Kritciuk, que desviou o esférico para a linha de fundo.

Os forasteiros mantiveram-se compactos defensivamente e rápidos nas transições. Foi dessa forma que, ao minuto 28 da partida, o nulo foi quase desfeito. Na senda de uma jogada de envolvimento do ataque do Belenenses SAD, Silvestre Varela atirou ao lado da baliza dos arsenalistas.

Apesar das inúmeras chances de golo, o marcador continuou inalterado até ao minuto 36, altura em que Nico Gaitán carimbou o 1-0. Depois de boa combinação do ataque minhoto, o passe de Andraz Sporar ressaltou em Henrique Buss, motivo que permitiu a Nico Gaitán ficar na cara de Kritciuk. Desta vez, o guardião russo não foi capaz de segurar o empate. O placard não se alterou até ao final do primeiro tempo e as equipas regressaram ao balneário, com o 1-0.

Na segunda parte, as oportunidades tardaram a aparecer. A primeira surgiu apenas ao minuto 60 e foi aproveitada da melhor forma por Cassierra. Rúben Lima, com um passe em profundidade isolou o avançado que, com frieza, tirou Matheus do caminho e, de baliza aberta, apontou o 1-1.

De imediato, O SC Braga foi à procura de reagir, no entanto, o remate de Ricardo Horta ao minuto 65 passou por cima da baliza dos azuis. Cinco minutos depois, nova oportunidade para os minhotos. Ricardo Esgaio encontrou Galeno ao segundo poste, mas o camisola 90 não conseguiu desviar da melhor maneira e o lance perdeu-se pela linha de fundo.

Nos dez minutos finais, os bracarenses cimentaram-se no meio-campo do Belenenses SAD, na busca do golo da vitória. Volvidos 82 minutos no encontro, Lucas Piazon, de cabeça, serviu Fransérgio no coração da área. Kritciuk já se encontrava batido, contudo, o remate do médio brasileiro esbarrou nas pernas de Tiago Esgaio que, em cima da linha, evitou o golo do SC Braga.

O SC Braga continuou a insistir afincadamente até ao final da partida, no entanto, foi incapaz de fazer balançar as redes defendidas por Kritciuk. O jogo terminou com o 1-1, no placard.

Com este empate, o SC Braga permanece na quarta posição do campeonato e vê o SL Benfica e o FC Porto ganharem vantagem no duelo pelo acesso à Liga dos Campeões. Os minhotos voltam a entrar em campo no próximo sábado para uma deslocação ao reduto do Rio Ave, a contar para a jornada 27 da Liga NOS.

Recorde ainda: Moreirense vence dérbi minhoto na casa do Gil Vicente