Golo tardio de João Novais valeu três pontos para os homens da casa.

A penúltima jornada da edição 2020/21 da Liga NOS contou, esta sexta-feira, com um dérbi minhoto entre SC Braga e Moreirense. Os bracarenses levaram a melhor sobre a equipa axadrezada e regressaram ao caminho das vitórias.

O primeiro lance digno de registo surgiu ao minuto sete, para o lado cónego. Franco lançou a corrida de Felipe Pires pelo corredor esquerdo, mas o extremo atirou ao lado, no frente a frente com Matheus. A resposta do conjunto da casa surgiu três minutos depois, com um remate perigo de Ricardo Horta que saiu a rasar o poste da baliza axadrezada. Numa primeira metade pautada pelo ritmo baixo, só aos 22 minutos é que o perigo voltou a rondar uma das balizas. Após uma jogada coletiva dos visitantes, Felipe Pires voltou a aparecer em posição privilegiada para faturar, mas a tentativa do brasileiro saiu por cima.

A turma de Carlos Carvalhal adiantou-se no marcador ainda antes do descanso. Ao minuto 41, Sequeira encontrou Abel Ruíz no coração da área adversário e o avançado espanhol inaugurou o marcador. No entanto, a reação do Moreirense foi imediata e, nos instantes finais, David Simão desperdiçou a hipótese de reestabelecer a igualdade, mesmo com Matheus fora dos postes. Os visitantes continuaram à procura do tento do empate e Felipe Pires ameaçou por duas vezes. Primeiro, Tormena conseguiu o corte quando a bola já seguia o caminho da baliza e, na recarga, o jogador dos cónegos enviou a bola por cima, confirmando a vantagem mínima dos braguistas ao intervalo.

Na etapa complementar, os homens da casa assumiram o controlo da posse de bola, mas a organização defensiva de ambas as equipas superiorizou-se aos ataques. Num das raras incursões ofensivas da segunda metade, ao minuto 62, João Novais esteve perto de ampliar a vantagem dos Gverreiros, mas Miguel Oliveira defendeu. O guardião dos forasteiros voltou a ter de se aplicar à passagem do minuto 80, num lance de um para um com Galeno.

Apesar do domínio da equipa visitada, o conjunto comandado por Vasco Seabra chegou à igualdade, ao minuto 87. Rafael Martins precisou de apenas dois minutos em campo para, de cabeça, bater Matheus e colocar o placard de volta à estaca zero. Os bracarenses voltaram à carga e, em cima do minuto 90, Sequeira obrigou o guardião contrário a mostrar-se atento. Já no tempo adicional, o árbitro João Bento assinalou uma grande penalidade a favor dos bracarenses. Na cobrança, João Novais não perdoou e carimbou o regresso às vitórias da equipa braguista.

Com o quarto lugar já confirmado, o SC Braga soma, agora, 63 pontos. Já o Moreirense mantém a nona posição com quarenta pontos. Na próxima e derradeira jornada do campeonato nacional, o conjunto bracarense desloca-se até ao reduto do Portimonense, enquanto a turma de Moreira de Cónegos fecha a época com a receção a mais um adversário minhoto, o FC Famalicão.

Recorde ainda: Gil Vicente vence na Capital do Móvel