Gilistas somam terceiro jogo sem vencer na Liga NOS.

O Gil Vicente recebeu, este sábado, o SC Farense, no Estádio Cidade de Barcelos, em partida referente à 30.ª jornada da Liga NOS. O resultado foi 0-0, apesar de ter havido muitas oportunidades de parte a parte.

O jogo começou com muito equilíbrio e oportunidades de parte a parte. O primeiro lance de perigo pertenceu ao SC Farense, logo aos dois minutos. Após um cruzamento vindo do lado direito, Pedro Henrique apareceu no coração da área, mas atirou por cima. Os gilistas responderam três minutos depois, por intermédio de Lourency. O extremo brasileiro fletiu da esquerda para o meio e atirou rasteiro para defesa atenta de Beto. Já à passagem dos dez minutos, foi novamente a formação orientada por Jorge Costa que ameaçou, quando Brian Mansilla disferiu um remate traiçoeiro, que obrigou Denis a defesa para canto.

Ao minuto 20, apareceu a maior oportunidade de todo o primeiro tempo. Lourency tabelou com Pedrinho e o médio português atirou de forma da área ao poste direito da baliza de Beto, que estava batido. Na jogada imediatamente a seguir, o lado visitante também teve uma grande oportunidade. Após um ressalto na sequência de um pontapé de canto, a bola sobrou para Brian Mansilla que, na cara de Denis, só não fez golo devido a uma grande defesa do guardião brasileiro.

As oportunidades claras de golo sucediam-se e, ao minuto 35, Antoine Leautey, extremo dos da casa, só com Beto pela frente, atirou para fora. Este foi mesmo o último lance de um primeiro tempo que foi bem disputado, com lances de perigo nas duas balizas, mas sem golos.

No reatamento, a partida foi jogada a um nível mais brando e a primeira oportunidade surgiu apenas aos 59 minutos, a favor da turma de Faro. Licá apareceu em boa posição descaído para o lado direito, mas atirou fraco para as mãos de Denis. No minuto seguinte, os gilistas responderam, num lance onde Lourency serviu Samuel Lino que, em excelente posição, atirou com o seu pior pé à figura de Beto. À entrada dos últimos 20 minutos, Talocha vestiu o papel de herói para o lado minhoto, ao impedir, com um corte e em esforço, que a bola chegasse a um homem dos algarvios que ficaria com a baliza escancarada.

Nos últimos minutos, a equipa forasteira arriscou tudo em busca do golo da vitória. Todavia, apesar de mostrarem muita vontade, ambas as equipas mostraram pouco acerto. Aos 87 minutos, ainda assim, os minhotos dispuseram de uma boa ocasião. Após muitos ressaltos dentro da área dos leões de Faro, a bola sobrou para Lucas Mineiro que cabeceou contra um defensor visitante.

Até final, o nulo no marcador manteve-se mesmo. Este resultado dita o terceiro jogo consecutivo sem vencer para o Gil Vicente na Liga NOS e deixa os barcelenses numa posição perigosa na tabela classificativa. A equipa de Ricardo Soares desloca-se já na próxima quarta-feira à ilha da Madeira para defrontar o CS Marítimo, equipa que igualmente se encontra na luta de permanência no principal campeonato português.

Recorde ainda: FC Famalicão não consegue vencer o FC Porto no Dragão