A 11 de junho de 2021, a banda pop-rock de Los Angeles liderada por Adam Levine, Maroon 5, apresentou o sétimo álbum de estúdio, Jordi. A obra compila 12 músicas, algumas já conhecidas pelo público, como “Nobody’s Love”, “Memories” e “Beautiful Mistakes”. As restantes contam com a colaboração de H.E.R., blackbear, Stivie Nicks, Juice WRLD, entre outros. Já a versão deluxe traz duas extras: “Button”, com os latinos Anuel AA e Tainy; e “Lifestyle”, de Jason Derulo.

O título do álbum homenageia o empresário do grupo e amigo de infância de Adam, que faleceu em 2017, no momento em que a banda lançava seu último álbum, Red Pill Blues. Jordan Feldstein, faleceu com 40 anos devido a complicações com um coágulo sanguíneo. “Memories” surgiu dois anos depois, em louvor deste, e veio a tornar-se um sucesso mundial. As músicas propõem-se a comemorar a vida e a solenizar as memórias: “Cheers to the wish you were here, but you’re not/ ‘Cause the drinks bring back all the memories/ Of everything we’ve been through”.

billboard.com

A 3 de março a banda declarou que tinha terminado de gravar o álbum, que foi publicado em pré-venda em 29 de abril de 2021.O primeiro single, “Nobody’s Love“, foi lançado em 24 de julho de 2020. A canção que foi inspirada na pandemia de COVID-19 e nos protestos de George Floyd, contempla uma melodia elegantemente lamentosa, revelando ser apenas outra cantiga suave sobre superar a dor: “Heaven, hear me cryin’, cryin’ (ooh, ooh, ooh)”.

Beautiful Mistakes” traz Megan Thee Stallion e uma batida pop extremamente repetitiva e redundante e instrumentalmente indistinta. Não considero que exista uma combinação harmoniosa com o rapper. Letras como “Nah, nah, nah/ In my head/ Nah, nah, nah/ In my bed/ Nah, nah, nah/ Making beautiful mistakes” são apáticas.

Outra das colaborações com os maiores nomes da década de 2020 está na oitava música, “Convince Me Otherwise”, ligeiramente influenciada por r&b e com uma composição relativamente boa. Gabriella Wilson nasceu a 27 de junho de 1997, e dá-se pelo nome artístico de H.E.R. acrônimo de Having Everything Revealed. A influência da cantora americana de r&b contemporâneo no álbum foi positiva.

O facto de ter sido feito quase inteiramente em quarentena pode justificar a participação de tantos artistas convidados. “Lost” é uma das quatro músicas do álbum que não conta com colaboração de terceiros. Mas mais uma vez a faixa faz-se acompanhar de pouca profundidade lírica: “Lost, I was lost, I was lost till you loved me/ Now I’m found, now I’m found, now I’m found/ Yeah, you took me to a place, it was safe, it was sound (sound, sound, sound)/ Lost, I was lost, now I’m found”.

Desde 2021 que a banda mantém a sua fórmula de trabalho, isto implica uma produção semelhante single após single. As de batidas inspiradas em EDM, as colaborações estratégicas  com rappers, e um padrão de bateria rotundo são constantes fatores nas suas obras.  O álbum Jordi está consequentemente repleto de pop pronto para o rádio, batidas tímidas e fluxos repetitivos.