Completar um quarto de século de vida não é um marco qualquer, assim como Alessia Cara, nascida a 11 de julho de 1996, não é uma artista como outra qualquer. Chegada aos 25 anos, conta com dois álbuns na discografia dos quais saíram singles que ainda hoje se ouvem nas rádios. Além de ser intérprete, é compositora das próprias músicas, que trazem sempre mensagens reais e importantes.

A veia artística manifestou-se muito cedo, pelo que Cara já escrevia poesia, fazia teatro, tocava guitarra e ainda era uma criança. Tal como muitos artistas mais novos, o YouTube era uma plataforma fundamental para a divulgação de talentos. Alessia Cara publicava covers na sua página desde os 13 anos.

wwd.com

Depois se mudar para os Estados Unidos da América, em 2015, e assinar um contrato com uma gravadora, lançou-se em velocidade de foguetão com o single “Here”. Como uma adolescente, era de esperar que gostasse de sair e de sentir a liberdade, mas Alessia Cara diferenciou-se desde o início ao lançar um single sobre não gostar de frequentar festas. No mesmo ano, deu-se a solidificação deste nome no mundo da música graças a “Scars To Your Beautifull”. Agora, eram as músicas do álbum Know-It-All da jovem canadiana que protagonizavam covers de outros jovens cantores.

Após algumas nomeações para prémios e concertos, Alessia Cara deu voz a Moana, do filme da Disney Vaiana (2016), na música “How Far I´ll Go”, das mais emblemáticas da animação. As causas sociais estão também bem presentes no seu repertório. Em 2017, era lançado mais um hino, desta vez com Logic e Khalid, sobre a prevenção do suicídio. “1-800-273-8255” é o nome da música e também o número telefónico para a linha de ajuda nos EUA, que incentivou a um debate e envolvência em torno das questões da saúde mental.

Se os últimos anos lhe trouxeram inúmeras experiências e reconhecimentos, em 2018, Cara chegou ao mais alto patamar a nível de cerimónias de prémios ao receber o Grammy de Best New Artist. Apesar de já ter recebido um prémio do género numa cerimónia canadiense, receber um Grammy acaba por ser o maior reconhecimento para um artista. Ainda em 2018, um verdadeiro ano de conquistas, Alessia Cara lançou um novo álbum intitulado The Pains Of Growing. Daqui saíram músicas como “Out Of Love”, “Growing Pains”, e “Trust My Lonely”, temas mais maturos onde se assiste à transição de adolescente para jovem adulta da própria cantora.

O projeto mais recente foi o EP This Summer. Alessia Cara prometeu fazer uma digressão de promoção do disco, mas com a chegada da pandemia da Covid-19 ao mundo, impediu que isso acontecesse. No entanto, em 2020, foi a voz de Jane Willoughby no filme de animação “Os Irmãos Willoughbys”, uma criança que adora cantar.

Alessia Cara sempre atraiu públicos mais jovens, tanto pela própria idade, como pelos temas que cantava, que nem todos os adultos se reveem. O álbum mais recente, The Pains Of Growing, traçou o caminho para agradar a cada vez mais pessoas. Capacidades não lhe faltam, pois a canadiense é uma artista bastante completa.