O evento proporciona alguns dias de sessões de cinema ao ar livre abertas ao público.

A iniciativa do gnration “Cinema no Pátio 2021” tem início no dia 5 de agosto e irá decorrer ao longo do oitavo mês. A programação é de Eduardo Brito e propõe a visualização de quatro filmes acerca dos temas da fotografia e cinema, abrindo e fechando com clássicos.

A primeira sessão acontece já esta quinta-feira, com um dos filmes clássicos do realizador italiano Roberto Rossellini, A Máquina de Matar Pessoas Más (1952). Nesta obra cinematográfica, o fotógrafo Celestino Esposito descobre que a sua câmara tem um poder especial e com um simples clique, pode fazer desaparecer os homens maus.

Também a 12 de agosto, pode ser visto Até Nunca, (2016) de de Benoît Jacquot, um conhecido cineasta francês. Através dele, é nos dada a conhecer a história de um realizador de cinema que morre, aparecendo o seu fantasma na sua casa à beira-mar.

Ainda no dia 19 de agosto, está disponível, no “Cinema no Pátio 2021”, o filme Esplendor (2017) da realizadora japonesa Naomi Kawase. Este mostra a história de uma narradora que descreve imagens a um fotógrafo que se encontra a perder a visão.

Por fim, dia 26 de agosto, é possível ter contacto com o clássico Querido Diário (1993), de Nanni Moretti. Com esta obra, somos convidados a partir de vespa por uma cidade deserta, num Verão à moda italiana.

Todas as sessões realizadas no âmbito desta iniciativa acontecem pelas 21h30.