O tempo é uma linha que marca os limites do início e do fim e que coordena todos os momentos entre estas marcas. Esta unidade de medida pode ser um aspeto complexo, mas podemos estar certos que influencia a ação do ser humano. O conceito de tempo pode não ser o tema central do livro Have You Seen Her?, porém controla todo o desenrolar da história de forma precisa. A obra literária de Karen Rose foi lançada em 2004 e conta-nos a história de uma pequena cidade que é atormentada por um serial killer, de certo modo, “esquisito”.

Três anos após uma série de homicídios ocorrerem em Seattle, Rose leva-nos até à cidade de Raleigh em Carolina do Norte. Em fins de setembro, o agente especial Steven Thatcher encontra-se responsável por resolver o desaparecimento incomum de uma jovem rapariga. Dias após dias, várias raparigas começam a desaparecer durante a noite. Eventualmente, começa a surgir um padrão nos desaparecimentos: todas as jovens têm cabelo negro, desapareceram das suas camas, aparentemente, voluntariamente e aparecem mortas, com o cabelo rapado.

DR

Desta forma, a cidade de Raleigh começa a viver atormentada pela existência de um assassino em série e a ânsia de saber quem será a próxima vítima. A par disto, Thatcher tem que segurar as rédeas da sua família que se encontra totalmente fraturada. Isto é, para além de ter que cuidar de uma criança com um trauma inesquecível, Steven é assombrado pelas atitudes estranhas do filho mais velho. Contudo, é este comportamento anormal de Brad que vai marcar a entrada da professora Jenna Marshall na vida de Steven. Por extensão, servem-se os indícios de um romance intenso no meio de um clima demasiado perigoso instalado no quotidiano das personagens.

Enquanto a investigação para encontrar o criminoso mortífero apresenta-se tudo menos bem sucedida, o relacionamento entre Steven e Jenna caminha para algo extremamente sério, o que amedronta o agente especial Thatcher. Todavia, “a vida não é um mar de rosas” e os protagonistas apercebem-se disso quando o casal entende que Jenna se encaixa perfeitamente nos padrões do assassino.

Have You Seen Her? não falha em construir personagens fortes, não como característica, mas pelo detalhe com que foram talhadas. Karen Rose descreve de forma inteligente os desejos, as necessidades e as características de cada personagem como também a história do seu passado e as ambições para o futuro. Até mesmo as personagens secundárias são “arquitetadas” num jeito perfeito e completo.

Obviamente, o fim da história é inesperado para muitos leitores e quebra todo a linha narrativa que havia sido criada, através de suspeitas, acusações e suposições. No entanto, ainda que a história nos cative a ler mais e mais, torna-se massuda em certo momento. Isto não significa que a narrativa se torna aborrecida, simplesmente, quero com isto dizer que parece que “encravámos” num certo ponto. Apesar de tudo, a obra não falha em fechar um círculo perfeito e lógico. Cada acontecimento e cada frase escrita nas suas páginas “pintaram” esta estória intensa e complexa de modo consistente.

Em síntese, Have You Seen Her? pode ser visto como mais um livro de mistério com mais um serial killer exigente nas suas preferências, porém não é a premissa qua faz dele um livro grandioso. A genialidade da obra está concentrada na realidade atribuída às personagens e nos detalhes que cada uma delas contém. Ler este livro não é cair numa aventura sombria ficcionada, é entrar numa peripécia assustadora de tanto que se assemelha ao real visto pelos olhos das personagens.