Apesar de uma boa réplica, ainda não foi desta que minhotos pontuaram na Liga Bwin.

Na segunda jornada da Liga Bwin, o FC Famalicão recebeu o FC Porto. Embora tenham feito uma boa segunda parte, os famalicenses não conseguiram recuperar da desvantagem trazida do primeiro tempo e perderam por 1-2.

Os dragões entraram mais ofensivos na partida e revelaram-se superiores na primeira parte. A primeira ameaça de golo ocorreu aos dez minutos, quando Otávio cruzou para Taremi, que cabeceou ao lado das redes minhotas. No entanto, o golo portista acabou mesmo por surgir, três minutos depois. Mehdi Taremi serviu Toni Martínez que abriu as hostilidades no Estádio Municipal de Famalicão.

O jogo tornou-se mais equilibrado e o Famalicão tentou responder. Aos 27 minutos, Bruno Rodrigues teve espaço na pequena área, mas o cabeceamento foi para as mãos de Diogo Costa. A formação famalicense continuou a atacar e, aos 34 minutos, na sequência de um livre, Riccieli esteve perto de chegar à igualdade. No entanto, a melhor oportunidade da turma de Ivo Vieira na primeira parte foi protagonizada por Iván Jaime, aos 38 minutos. O avançado espanhol isolou-se, mas atirou ao lado da baliza azul e branca.

O FC Porto aproveitou a ineficácia famalicense e ampliou a vantagem. Toni Martínez fez o bis depois de um passe de Otávio, aos 42 minutos. Até ao intervalo o resultado manteve-se, mas primeira parte ficou ainda marcada pela lesão de Ivo Rodrigues, extremo do FC Famalicão.

No regresso às quatro linhas, os famalicenses mostraram-se melhores. Os minhotos melhoraram o posicionamento, o que resultou na dificuldade em encontrar linhas de passe por parte do FC Porto. A melhoria dos minhotos resultou em golo. Aos 56 minutos, Diogo Figueiras cruzou para a pequena área onde Riccieli cabeceou e reduziu a desvantagem no marcador.

A equipa da casa continuou a atacar, mas a defesa azul e branca mostrou-se presente. Já no quarto minuto do período de compensação, a turma de Ivo Vieira introduziu mesmo a bola na baliza à guarda de Diogo Costa. No entanto, Bruno Rodrigues viu o seu golo anulado depois da análise do VAR, que determinou um fora de jogo de 21 centímetros no momento em que o atacante brasileiro recebeu a bola. Posto isto, a vantagem portista não se alterou até final.

Com este resultado, o FC Famalicão ainda não conquistou qualquer ponto na Liga Portugal Bwin, dado que soma duas derrotas nas duas primeiras rondas da prova. A turma de Ivo Vieira desloca-se ao terreno do FC Arouca já na próxima sexta-feira, para mais uma jornada do campeonato nacional.