Apesar da boa recuperação do Moreirense, os arsenalistas conseguiram levar a melhor com um golo de Ricardo Horta já nos descontos.

O Estádio Comendador Joaquim Almeida Freitas recebeu, esta sexta-feira, o dérbi minhoto entre o Moreirense FC e o SC Braga. A partida a contar para a terceira jornada da Liga Bwin revelou-se equilibrada e emocionante. No final, o resultado pendeu para a equipa bracarense que venceu por 2-3, com o jogo a resolver-se nos minutos finais.

O equilíbrio na partida foi notório desde o início da primeira parte, onde ambos os conjuntos mostraram-se pressionantes, o que motivou vários contra-ataques e resultou num jogo bastante dinâmico A primeira oportunidade pertenceu aos Gverreiros do Minho, por intermédio de Al Musrati. O médio líbio resolveu rematar à entrada da grande área, mas Pasinato evitou o golo com uma defesa atenta. Aos 20 minutos, numa jogada bem construída pela turma axadrezada, a bola sobrou para Felipe Pires, que encheu o pé mas rematou ao lado da baliza defendida por Matheus.

Com cerca de meia hora jogada, a partida passou a ser disputada mais a meio-campo, já que a pressão feita de parte a parte originou várias perdas de bola e recuperações consecutivas. No entanto, as oportunidades não deixaram de aparecer. À passagem do minuto 27, Rafael Martins colocou a bola na grande área e Yan Matheus, com espaço, rematou ligeiramente por cima do alvo. Um minuto depois, Felipe Pires voltou a tentar o golo, mas desta vez apareceu Tormena a desviar o esférico.

Por esta altura, o Moreirense estava por cima, no entanto foi o SC Braga quem acabou por desbloquear a partida. Aos 39 minutos, depois de um erro de Steven Vitória, Mário González aproveitou a boa posição para rematar á baliza de Pasinato. O guarda-redes brasileiro defendeu, mas Fábio Martins, na recarga, colocou a bola no fundo das redes e fez o 1-0 para a equipa visitante. Dois minutos depois do golo de Fábio Martins, os bracarenses aumentaram a vantagem no marcador, desta vez por intermédio de Iuri Medeiros. Al Musrati, com grande classe, tocou para Galeno, que cruzou para o extremo português que, de primeira, fez o segundo dos arsenalistas, estabelecendo o resultado que se verificou ao intervalo.

Já no segundo tempo, o Moreirense teve que correr atrás do prejuízo, já que o adversário conseguiu construir uma boa vantagem na primeira parte. Aos 57 minutos, Rafael Martins ficou muito perto de reduzir, depois de cabecear ao poste da baliza de Matheus. Os cónegos continuaram a insistir e, dez minutos depois, Steven Vitória rematou, mas Galeno evitou que a bola entrasse dentro da baliza quando o golo parecia certo.

A equipa da casa estava bem no jogo, mas o golo teimava em não aparecer. Porém, a sorte dos verdes e brancos mudou ao minuto 80. Depois de uma falta dentro de área cometida por Lucas Mineiro sobre Steven Vitória, o árbitro apontou para a marca de grande penalidade. Na cobrança, o próprio Steven Vitória não vacilou, reduzindo a desvantagem do Moreirense para um golo. Com o jogo relançado, a equipa de João Henriques continuou à procura do empate, que apareceu pouco depois. Ao minuto 83, Paulinho, de recarga, acabou mesmo por fazer o 2-2.

Depois de reestabelecido o empate no marcador, o SC Braga partiu para o ataque, na tentativa de levar os três pontos para casa. A dois minutos dos 90, Abel Ruiz falhou a baliza no frente-a-frente com Pasinato, desperdiçando uma grande oportunidade. Ainda assim, o golo bracarense acabou mesmo por surgir. Já no quinto minuto de compensação, Abel Ruiz colocou a bola em Ricardo Horta, que se enquadrou com a baliza e atirou colocado, sem hipóteses para o guardião adversário, dando assim a vitória ao SC Braga, mesmo em cima do apito final.

Com este resultado, o Moreirense FC continua sem vencer, somando apenas um ponto e ocupando o 14º lugar da tabela classificativa. No próximo encontro, os cónegos deslocam-se ao recinto do Belenenses SAD. Já o SC Braga voltou às vitórias depois do desaire frente ao Sporting CP, e, desta forma, sobe condicionalmente à primeira posição da tabela, com seis pontos conquistados. Na próxima jornada, os arsenalistas recebem o Vitória SC, em mais um dérbi minhoto.