Progressão ofensiva na segunda parte foi crucial.

Na quarta jornada da Liga Placard, o CR Candoso defrontou o Leões de Porto Salvo. A partida terminou com um empate a quatro golos.

O Leões de Porto Salvo foi superior durante toda a primeira parte. No entanto, os minhotos inauguraram o marcador por intermédio de Thales Feitosa, que apareceu livre de marcação e rematou, aos nove minutos. Contudo, a turma de Ricardo Lobão rapidamente chegou à igualdade. Um minuto depois, Rodrigo Hiroshi atirou dentro da área para as redes de Sandro Barradas.

Nesta fase, as equipas estavam com dificuldades no setor ofensivo, até que, aos 14 minutos, Papa Unjanque assistiu Bruno Pinto, que fez o segundo da equipa da casa. A formação oeirense continuou a atacar e, aos 18 minutos, Gerson Sanches, num remate forte de pé esquerdo, aumentou a vantagem e fechou o resultado do primeiro tempo.

Na segunda parte, as equipas tiveram um ritmo de jogo mais intenso e criaram mais oportunidades de golo. Thales Feitosa voltou a marcar, aos 24 minutos, com um remate fora de área e reduziu a desvantagem. A partida começou a ficar cada vez mais disputada.

Aos 34 minutos, Bruno Pinto rematou à trave, mas a bola acabou por entrar para o bis do ala. Na sequência da quinta falta dos oeirenses, Thales, de livre direto, fez o hat-trick. Os minhotos não desistiram e, a 43 segundos do apito final, Amílcar rematou e Vini encostou para o golo do empate.

O CR Candoso encontra-se na décima posição da tabela classificativa, com quatro pontos. Na próxima jornada, recebe o Eléctrico. O encontro está marcado para sábado dia 30 de outubro às 16h00.