Entrada forte na segunda parte não foi suficiente para vencer.

Na segunda jornada da Liga Placard, o CR Candoso encontrou o Portimonense SC. A equipa algarvia levou a melhor e venceu os minhotos por 5-2.

O Portimonense entrou na partida a pressionar alto e chegou cedo à vantagem. Aos seis minutos, Nuno Miranda fintou o guardião minhoto e inaugurou o marcador. Dois minutos depois, na sequência de um pontapé de canto, Paulinho Rocha aumentou a vantagem da formação de Pedro Moreira.

O CR Candoso tentou responder, aos 13 e aos 15 minutos, mas John Welton impediu o golo vimaranense. Apesar do progresso no ataque da turma de Henrique Passos, Júnior conseguiu desmarcar-se e assistiu Nuno Miranda, que marcou o terceiro golo dos algarvios, aos 15 minutos. Os minhotos procuraram reduzir a desvantagem, porém não existiram mais golos até ao final da primeira parte.

A equipa de Guimarães teve uma grande entrada no segundo tempo. Aos 24 minutos, Thales Feitosa, com um remate rasteiro, forte e cruzado, marcou o primeiro golo vimaranense. Apenas um minuto depois, Thales colocou a bola no segundo poste e assistiu Vini, que fez o segundo dos minhotos.

Contudo, Nuno Miranda marcou o seu terceiro golo na partida, aos 26 minutos, e, a partir daí, o jogo ficou mais equilibrado. O CR Candoso não desistiu, mas não teve a eficácia da formação de Portimão, que voltou a marcar, aos 35 minutos, por intermédio de Wendell através de um livre de dez metros, por consequência da quinta falta dos minhotos. Depois do golo, o Portimonense não arriscou, manteve a posse de bola e selou o resultado de 5-2.

Com esta derrota, o CR Candoso mantém os três pontos. No dia 20 de outubro, pelas 19h00, recebem o AD Fundão, num jogo a contar para a terceira jornada.