Homem do jogo:

Pepê Rodrigues

O médio português pautou todo o jogo da formação famalicense e teve influência direta no ponto conquistado pela equipa de Ivo Vieira, esta noite. Ao minuto 98, quando tudo já parecia perdido para o FC Famalicão, Pepê Rodrigues converteu com conta, peso e medida um pontapé de canto e Dylan Batubinsika reestabeleceu a igualdade no marcador.

Em cima:

Primeira parte bem disputada

Apesar de ter terminado sem golos, a primeira metade do encontro foi repleta em oportunidades de golo e entreteve os milhares de adeptos presentes no Estádio Municipal de Famalicão. Foram, no total, 15 remates durante os primeiros 45 minutos de jogo.

Insistência famalicense

O FC Famalicão foi a equipa que criou mais perigo durante o duelo. No entanto, ao minuto 82, contra a corrente do jogo, os famalicenses viram o FC Vizela passar para a frente do marcador. Ainda assim, a equipa da casa nunca baixou os braços e, no último segundo da partida, Dylan Batubinsika carimbou o golo do empate.

Guilherme Schettine

Depois de duas experiência abaixo das expectativas, no SC Braga e no Almeria, Guilherme Schettine chegou a Vizela motivado para relançar a carreira e está a conseguir fazê-lo. No jogo deste domingo, o avançado brasileiro voltou a fazer balançar as redes e já leva quatro golos na atual temporada.

Em baixo:

Heriberto Tavares

Apesar das inúmeras oportunidades criadas pela formação famalicense, Heriberto Tavares mostrou ser o mais desinspirado elemento do ataque do FC Famalicão. Com apenas 47% de passes bem-sucedidos, o extremo acabou por ser substituído sem surpresa ao minuto 83.

Marcos Paulo

Do lado do FC Vizela, Marcos Paulo foi o atleta que menos se destacou pela positiva. A jogar numa posição fundamental para o processo coletivo vizelense, o camisola 17 perdeu por treze vezes a posse de bola e falhou metade dos dribles que efetuou. Acabou por dar o lugar a Raphael Guzzo, aos 75 minutos.

Recorde aqui as incidências da partida